sexta-feira, 2 de março de 2018

DEPOIS DE DUBLIN-2018



         Dublin, por muito tempo, não esteve na minha lista de cidade estrangeiras que eu gostaria de conhecer. Belfas, Guernica e Barcelona eram as "unicas" cidades europeias. Sempre quis conhecer Luanda e Cabinda, em Angola, Cabinda por ser muito provavelmente terra natal de meus antepassados recentes.

Dublin entrou na minha lista de cidade visitaveis, quando uma breve sitação no livro "planeta favela" de maki davis. A idéia de que teria havido uma cidade-favela na europa no inicio do ´século 19, numa época em que os crioulos e africanos escravisados nas ámericas ainda viviam nas senzalas e no quilombos, me facinou e me fez amar Dublin me despertou um amor a primeira vista por dublin se nunca te-la visto ou estado nela.

Quando estive em Dublin para a Plataforma da Frontline esperei poder ver e sentir ao menos uma alminha da dublin cidade-favela que ergui com tábuas de carinho no meu coração. Se há/ deve haver. não houve tempo pra ver, mas senti na cara de cada dublinense algo de favelado dublinense de 1805,1830.

Favelado sabe outro favelado em qualquer lugar do mundo.
Em qualquer lugar do mundo nenhum favelado é o outro.
Todo favelado é um eu, por isso em Dublin me senti
um eu favelado dublinense.
Todos dublinenses que via eram eu
e eu era todo que via, embora ele
sequer me visse.
Ainda hoje sinto que e sei que todo
dublinense e eu,SOMOS!

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

DEPOIS DE DUBLIN 7

ASSUNTANDO SOBRE O JOGO DO FLAMENGO E OS MENINOS DA BASE...

Me lembro de dois jogos do Vasco que o time tava perdendo e o treineiro quis botar um garoto já no final do jogo. Um não era tão garoto, Bebeto, se recusou a entrar aos 42 do segundo tempo. diz a lenda que o treineiro, carlos alberto silva, deu porrada nele, no vestiário.

9 de Dezembro de 2017 ·

VÊ SE FICA VIVO,TÁ?

Deixo a chave com a dona da kitinete e caminho até a praia para o ponto das vans que vão pra Irajá. Enquanto a van não chega fico vendo a estátua de Yemanjá erguida num rochedo no meio do mar que o pastor joani rip palharin culpa pela poluição da praia de Sepetiba.

A van chega, entro e antes de chegar em Santa Cruz já estou cuxilando.
Acordo já quase em honorio Gurgel. Já na ponte coelho neto ouço foguetório. Ligo pra minha escuta e ela confirma, caveirão do 41º bpm invade a favela. Salto no ponto do IAPC e encontro S. uma das mais antigas e maravilhosas professoras do Ciep Adão Pereira Nunes. Ganho um grande e carinhoso abraço e um parabéns atrasado. Falo que tem policia na favela . Ela dá um suspiro desconsolado e enfadado que já deu milhares de vezes nos mais ou menos 20 anos em que trabalha no ciep quando há operações policiais.Nos dois últimos anos duas alunas de sua escola foram baleadas durante operações policiais.

Vou na banca de jornais do iapc e compro os três priciapis jornais da cidade: o globo, o dia e o extra. os três dão destaque a três negros por diversas razões: Naldo Benni por ter agredido a mulher, Rogério 157 por ter sido preso e Vinicius JR. por se a esperança da urubuzada de ser campeã da sulamericana.

Sento um banco, dou uma folheda no jornais vou pro ponto das vans e pego uma de volta pra Sepetiba cumprir meu protocolo de segurança.

Ligo o rádio do celular ponho o fone no ouvido e vou ouvindo milee davis e choro. Deixo vento na janela bater em meus olhos para os outros passageiros não verem que estou chorando, as lagrimas descendo... se alguém perguntar digo que é cisco que o vento pôs nos meus olhos e grudou na catarata.

Outro, foi o Geovane, este sim subido da base, aos 18 anos. o delegado de policia/treinador quis botar ele aos 43 do segundo tempo, com o time perdendo e ele se recusou. Antônio Lopes, o treineiro/puliça correu atrás dele pra bater mas ele correu pro vestiário.

Esse tal de zé ruela anda botando meninos de 17 como vinicius, Lincoln, com 16, na fogueira, no fim dos jogos com o time perdendo na esperança de que resolvam a partida que sua incopetencia e o suga sangue dos mais experientes não conseguem. foi covardia o que rueda fez com os dois moleques. ainda mais com o Lincoln. fui comovente ver a carinha do menino no fim do jogo olhando pra torcida sem entender direito o que estava acontecendo. conheci os dois num jogo vasco e flamengo no campo do bangu, são gente boa, pouco mais que uma criança, como são os meninos do vasco, que conheço mais.

Pra mim se fosse eles fariam o que estão fazendo mesmo. meter o pé pro exterior. Bargos, o menino, 18 anos do indepediente não quis nem saber: montou no primeiro cavalo com celas que passou e foi pro futebol americano. é vem de favela de Buenos aires, como os meninos daqui.
8 de Dezembro de 2017 ·

BOPE S.A. MUITO MAIS SÉRIO DO QUE SE PENSA!

Tem gente indignada na time line por causa do curso de verão off bope da pela organização para militar do major brás.

Major brás é o mesmo, aquele porta voz de pm que portando a voz da pm justificou que, se há 20 pms que só eles, num contigente de cerca de 45 mil soldados, tem 370 r poucos auto-de-resisntencia é porque há mercado ´pra eles.

Elementar, não Major Brás: se há mercado, porque não oferecer cursinhos a quem estiver interessado/a num lucrativo e promissor mercado da segurança privada mlitarizada? Venha voce e traga sua familia, viver e aprender a emocionante aventura de ser um caveira e ainda ganhar um dinheiro com isso. Afinal só o Estados Unidos tem cerca de 60 empresas mercenárias que contratam 20% dos militares no mundo árabe.

No Brasil, enquanto as forças armadas, as pms de todos os 27 estados não tem mais de 950 mil homens, a segurança privada tem 2.5 milhões.

Mas gente que é militante de esquerda, meno e mais redical, não basta só demonstrar indignação na time line. O BOPE .S.A. do Major Brás não divulgou todo conteúdo do curso, mas com certeza sua alunada vai aprender como reprimir protestos, indentificar favelados terroristas,

Num tá na hora da gente levantar as oreias, como faz todo jégue inteligente é preparar nosso coice auto-defesa prévia?
6 de Dezembro de 2017 ·

TOGUN, ROBINHO, RONALDINHO GAUCHO, MIKE TAINSON, BRUNO GOLEIRO...QUAL PRETO FAMOSO MAIS É TERADO?

Porque todo negão que fica famoso acha que tá acima do bem e do mal e pode fazer o que quiser com as mulheres negras e brancas?

Se for escrever agora vou fazer um textão de 10 paginas. vou postar no e-mail, ou no blog.
2 de Dezembro de 2017 ·

CASO TOGUN "TARADO": QUANDO UM NEGRO DE "NOME" É ACUSADO DE TARADO, POR UMA BRANCA, OU MESMO UMA NEGRA, NEGRAS E NEGROS, DE NOME E SEM NOME DEVEM SE CALAR?

As moças deram a versão delas, Mano Togun, deu a versão dele! Agora Togun não pode argumentar mais é público, proibido pela juíza, mas as moças continuam multiarmentando livremente.

Por vía das dúvidas, oa brancos que dera emprego a Togun, numa filmagem, demitem ele.

A produção do filme segue o exemplo, dos produtores americanos, que vem pondo na geladeira, atores roliudianos, acusados de assédio, alguns, até em casos supostamente ocorridos há mais de 20 anos.

Os atores tarados norte- amaricanos tem grana o bastante para se aposentarem. Atores negros brasileiros como Togun, dependem do trabalho, mesmo fazendo pontas em filmes, pra sobreviver.

Conheço e amo Togun como irmão, mas não o vejo há muito tempo, não sei, não conheço as moças!

Se o homem negro Togun, que conheci há dezenas de anos ainda no Agabara Dudu, não mudou como homem, tendo a crer nas palavras, na auto defesa dele. Se mudou pra melhor, mais ainda, se piorou... as moças devem ter razão.

Pra não dizerem que estou em cima do muro, eu que já fui acusado de trado por uma mulher branca, digo o seguinte: inocente ou não, Togun já foi julgado, condenado e sentenciado.

Embora essa treta, vá continuar por tempos no facebook no fake news, o papo reto que tenho pra dar é esse. Se fosse as moças que acusam Togun, eu ia logo numa boca de fumo, procurava o PCC e as facções, ADA e TCP que fecharam com o PCC.

Não estou sendo ironico, nem duvidando das palavras delas, ao contrário, deve ser uma tortura, um sofrimento encompreensivel para um h homem, ter que botar a cara nas delegacias, no iml, viver o no dia ia á dia a angústia de um processo desse tipo.

O TRIBUNAL DO CRIME É RÁPIDO, EMBORA AS VEZES FALHE! Já ví muito marido acusado de agredir a mulher, arder num micro-ondas de pneu, depois o tribunal penal sumario do tráfico descobrir que foi engano, pedir desculpas a familia e até pagar o enterro.

Se for verdade que o PCC ofereceu, 50 mil pilas pela cabeça da moça que cometeu racismo contra a filha negra, então tá de boa, fechou a lista de crimes passiveis de serem punidos com a pena de morte pelo Tribunal Penal Sumário do Crime Organizado.

Ao estupro, traíção e "volta" na boca de fumo, se soma o crime de racismo.

Da parte que me toca como preto velho favelado estou sujeito a leis do tráfico e as leis do asfalto. De cada 100 compas com quem trabalho, milito e convivo, pelo menos 80 são mulheres, negras e, tem idade pra serem minhas filhas, e mesmo netas. Qualquer brincadeira politicamente incorreta, um toque no ombro...
Moro, vivo e milito em território TCP+ADA=TCA, de repente algue pode me acusar de fechar com o CV(crime de traição) e os manos me chamarem pro desenrolo.
Dar a volta na boca... fora de questão.

Sobra estupro e racismo... se me acusarem e provarem que cometi uma tara ou racismo, esse é meu conselho: procurem a boca de fumo. Aqui não precisa de lei maria da penha, nem cadeia, ou saco preto e vala, ou mumia de fita adesiva e micro-ondas de pneu.

A Justiça do Asfalto demora, mais acerta do que falha.
A Justiça da Favela é rapida, tanto acerta quanto falha.

No asfalto, a Justiça é sempre injusta porque demors, mesmo sendo feita.
Na favela a Justiça é vista sempre como justa porque rapida.

Ando olhando o Asfalto do meu lugarTerritóri/Asfalto do Território/Favela.
Estou olhando o Caso Togun... Togun e as moças que o acusam, lá no asfalto onde estão, daqui da Favela.

Daqui não se escreve tarado com aspas.
Vou olhando e vendo e assuntando no que vou vendo e olhando.
Na favela não se olha nem se ve de cima do muro. Senão se toma tiro no coco tanto do lado dos pilas como do lado do bands.
Também não se olha nem se vê de trás do muro porque qualquer "balinha" de 7meiota travessa muro e parede como se fossem de papel.
Não sei onde deixei meu Michel Foucout que fala de biopoder, tribunal popula, produção da verdade...

Lí muito Foucout, quando "boiava" mais no asfalto que na favela, ando relendo Foucout "boiando" mais na favela que no assfalto. Sei que Marcola e Marcinho VP andaram lendo Mao e Malcon x na cadeia. Desconfio que estão lendo Focout também. É só uma idéia, sem segundas intenções, só com a primeira mesmo: quem for visita-los delhes de presente Frantz Fannon, James Baldwin, Angela Davis...

Como diz o povo do asfalto: vai empoderar os caras na cadeia, quem sabe até os empreteia. O povo preto vai ganhar com isso.
28 de Novembro de 2017 ·

ESSA PARADA DO PCC SE METER COM QUESTÃO RACIAL?

Uma organização que supostamente é liderada por um leitor e simpatizante de mao setung e malcon x deve o deveria ter muito mais a dizer do que por á prêmio a cabeça de uma racista virtual.

Papo reto: moro há 40 anos, milito, vivo, convivo numa favela que há mais de 40 anos e dominada por uma facção comercializadora de drogas de forma ilícita, que hoje é aliada ao pcc? conheci e conheço ex-frentes "frentes" do tráfico em acari, tão inteligentes quanto Marcola.

Custo a crer que reduziriam a questão do racismo a apenas um ato de vingança que vale 50 mil dolares sem ouvir a familia de menina, e principalmente os ativistas antiracistas.

Se querem fazer o certo mesmo do lado errado da vida, podem começar agora. até porque a imensa maioria de traficantes das bases nas favelas e periferias, que vem sendo massacrados e genocidados pelo estado policiail penal militar racista, são negros e índios.
28 de Novembro de 2017 ·

NÃO TORÇO PRA URUBUSADA MAS TORÇO PRA MENOZADA PRETA FUTEBOL CLUB...

Deste que passei a trabalhar profissionalmente com escolinha de futebol, torço pela menozada preta dos clubes de futebol. Sei o quanto penam pra chegar a serem profissionais de uma clube de futebol.

Sou fã de paulinhos, linkolns, vinicius jr, paulo vitor, xexes...
Não pelos pela-sacos como everton ribeiro, diego, muraralha, mas pela menorzada preta do urubu, torço que ele fique na libertadores.
26 de Novembro de 2017 ·

SARAU NEGRÍCIA:DONDE SE ESPERA É QUE SAI MESMO!

Lindo o sarau negrícia, ontem na Escola Daniel Píza: A escola, o prédio, as paredes tudo transpira, respira em inspira a carinha linda alumiante, de Duda que nos recebe á entrada, num belo e pugente grafite.

Magía que brota nas palavras firmes e cativantes da menina Gabriele, ex-aluna da escola, que nos envolve com sua fala critica, lúcida de uma ternura vibrante, na magia de jovenzissima atriz negra Ana, com sua voz bela e firme, seu poemas de amor ao namorado/muso que a acompanhava, desculpem, mas esquei os nomes da irmã de gabrile e da menina e do outro menino que não trouxeram poesias desta vez, mas marcaram suas presenças sendo elas e ele, a própria poesia.

Quando voce conhece o diretor, professor meneses e os professores gisela e flávio, fica esperando conhecer os estudantes, recriando o ditado, donde se espera é que sai mesmo!

E da Escola Daniel Piza, só se espera coisa boa. por que sempre sai coisa boa.

Meu 2018 começo ontem, no Sarau Negrícia, na Daniel Piza, e me reavivou ter esperança. Como dizia D. Mauro Morelli; TER ESPERANÇA É TER SAUDADE DO FUTURO!

O sarau, ontem na Daniel Piza, ´tá me dando um saudade porrete de 2018.
22 de Novembro de 2017 ·

SOBRE AS DECLARAÇÕES DE THAIS SOBRE SEU FILHO...

Pra mim a questão é muito simples: não faz muito tempo o filho de um diplomata negro, um garoto de 11 anos foi discrimiinado em em brasília. Não importa o status social dos pais de uma criança negra, o importante é que eles ensinem aos filhos e filhas, que mesmo tendo um boa posição na sociedade,sempre um negro, uma negra. e por isso deve solidariedade politica ativa, a toda negro e negro, que sofre racismo. Thais e Lázaro já sofre racismo mesmo sendo pessoas negras famosas. espero que ensinem a seus filhos nãose omitirem quando uma negro ou uma negra pobre sofram racismo. e, mais que declarações retóricas, os levem a ato, manifestações, assinem abaixo assinados e usem seu lugar de negro previlegiado, pra apoiar e fortalecer a luta antiracista geral. No mais, espero que Thais e Lázaro, usem suas posições de artistas negros famosos, pra abrir caminho pra atrizes e atores negros que estejam começando. no mais que sejam felizes, e honrem a tradição de grandes atrizes negras e atores negros, como zózimo bulbul, milton gonçalves, ruth de souza, léa garcia. ACHÉ,AMOR LIVRE E LUTA!
Deley De Acari Vanderley Cunha
20 de Novembro de 2017 ·

CARINHA PRETA FUTEBOL CLUBE!

Com sou negro e treinador de futebol, sou antes de tudo torcedor do Carinha Preta Futebol Clube.

Tudo de bom ver o menózinho Lincoln entrar no jogo do Flamengo ontem!
20 de Novembro de 2017 ·

TODO BRANCO TEM PASSADO NEGRO.
TODO NEGRO TEM PASSADO BRANCO.
20 de Novembro de 2017 ·

NÃO VAMOS FAZER PALMARES DE NOVO...

Porque Palmares não morreu com a morte de Zumbi.
Palmares nunca parou.
Não há um Palmares a fazer... Há um Palmares sendo feito.
quando Palmares começou daquele jeito era daquele jeito que Palmares era pra começar a ser feito.

Havia uma mulher palmarina pra quatro homens palmarinos.Mesmo assim assim as mulheres mandavam igual.

Agora, que aquele Palmares continua a ser feito, precisa mesmo a ser feito desse outro jeito, já que agora há mais de uma mulher palmarina para cada homem palmarino.
20 de Novembro de 2017 ·

RACISMO CARTESIANO...

As pesquisas brancas dizem: a cada 15 minutos morre um negro de morte violenta no Brasil.

As pesquisas brancas dizem: 75% dos empregados no Brasil são negros.

As pesquisas brancas dizem: 7 em cada de encarcerados são negros.

As pesquisas brancas dizem: 7 em cada 10 negros estão abaixo da linha da pobreza.

Os brancos dizem que só porque se é pobre, e sem esperança de futuro, não se precisa roubar, traficar.

O racismo do branco é cartesiano, maniqueista é tenta cientifica e socialmente provar que um desses dado levantados pelas próprias pesquisas que ele faz não tem nada a vez uma coisa com a outra.
17 de Novembro de 2017 ·

SOBRE A ONG FUTURO FELIZ...

Há varias coisas que se pode fazer com quase nenhum dinheiro. Depende da forma de gestão que se escolhe pra uma ong, O empreendedorismo, muito em voga, requer um bom dinheiro, gestão patronal. Um gestão auto-gestionada, com gestão coletiva, requer pouco dinheiro pra começar... alías, há pouca coisa rolando, no CCFF que só precisa de visibilidade para não parecer que a organização, esta totalmente parada, sem atividade: Rola oficina de artes marciais, rola escolinha de futebol, as 3ª, 5ª feiras e sábados, no sintético do amarelinho, já rolou um sarau de poesia, dia 24 de novembro vai haver uma reunião pra organizar um pré vestibular comunitário, dia 25 de Novembro, vai rolar a primeira aula de oficina de Fotografia Pega Visão, que começou 6ª feira passada, com um passeio ao Museu de Belas Artes, e a Caixa Cultural.

Tá pra começar uma Escolinha de Rugby Infantil Feminino...

O que a gente precisa é fazer um assembléia pra eleger uma nova diretoria, com sete ou oito pessoas, com Vanessa na presidência, pra regularizar juridicamente a entidade.

Um projeto de esporte social internacional em parceria com uma ong italiana que trabalha com crianças e jovens de origem não italiana e Roma,

O que se precisa é que haja pessoas que componha uma diretoria, não com intuito de tirar proveito pessoal e fazer dela um curral politico pras proximas eleições.

O que não falta sáo companheiras e companheiros de fora com disposição a chegar junto, não por caridade a pobres pretinho favelados pra não virarem bandidos e putas, mas por militância . Uma ou duas horas de disponibilidade por 15zena, ou mesmo por mês, como ação politica, valem mais que 20 horas por semana, remuneradas por trabalho profissional.
Deley De Acari Vanderley Cunha Dubln para sempre. Sempre tive preconceito com a Europa. Nunca foi meu sonho de viagem pra fora do País. Mas estar em Dublin, irlanda, foi tudo de bom. Me disserem que a Irlanda e um pais diferente de tudo que ´ha na Europa. Um dia desses vou voltar a Dublin, passar uma ou duas semanas de puro ócio, talvez num verão. Lá tem 10 mil brasileiros que vivem entre 450 e poucos mil dublinenses. Dublin eu te amo e a seu povo, vou voltar, se Yemanjá quiser! Como ela querrrr!!
Gerir
Gosto
· Responder · 12 sem
Mario Mjr
Mario Mjr Rafa Eko
Gerir Dubln para sempre. Sempre tive preconceito com a Europa. Nunca foi meu sonho de viagem pra fora do País. Mas estar em Dublin, irlanda, foi tudo de bom. Me disserem que a Irlanda e um pais diferente de tudo que ´ha na Europa. Um dia desses vou voltar a Dublin, passar uma ou duas semanas de puro ócio, talvez num verão. Lá tem 10 mil brasileiros que vivem entre 450 e poucos mil dublinenses. Dublin eu te amo e a seu povo, vou voltar, se Yemanjá quiser! Como ela querrrr!!
14 de Novembro de 2017 ·

SOBRE CORE EM ACARI...

Há pelo menos 3 ocorrências que seus policiais estão envolvidos, de forma mal esclarecida em Acari. Na verdade, uma delas esta bem clara,já que sou uma das testemunhas, a unica que se dispos, a ir na delegacia,depor.

Não depus nem contra nem a favor aos policiais ou as vitimas. Apenas disse a verdade.

Presenciei um policial da CORE,acompanhado de outros seis colegas, atirar pro chão proximo a uma menina de 9 anos, uma mulher que a acompanhava com outras cinco crianças,de volta da escola.
Ele não atirou em cima do grupo, atirou pro chão, pra assustar e gritou; sai da rua porra, que morrer?

A menina foi baleada torax e na perna. Um das balas ricoxeteou no meio fio, e a atingiu. Felizmente, hoje passados,dois anos ela esta bem.

Na delegacia, tanto a menina quanto a mulher disseram que o policial atirou nelas pra matar. O policial e seus colegas cairam em contradição, alguns acusaram os traficantes, um deles, acusou o Aguia, helicoptero da mesma core de ter atirado.
13 de Novembro de 2017 ·

NÃO DISSE QUE A POLICIA MENTE QUANDO MATA?

O Comando Militar do Leste acaba de desmentir a CORE sobre a Chacina do Morro do Salgueiro, em São Gonçalo: General afirma que seus soldados só deram apoio, não atiraram em ninguém!

Não é de agora que os comandados do delegado Rodrigo Oliveira estão envolvidos e mortes em favelas e mentem.
Só em Acari, nos ultimos seis anos, são três ocorrências "sinistras". Eu sou testemunha de pelo menos uma!

Pra mídia, pra gente branca e de bem, do asfalto é mais facil acreditar na palavra de homens brancos, do asfalto também, forrados por uma carteira de policia e um fuzil e uma farda preta, do que na palavras de pretas e pretos pobre favelados.

Mas, agora: em quem a mídia essa gente branca e de bem vai crer na palavra: dos homens brancos, do asfalto também forrados por uma carteira de policia um fuzil e uma farda preta ou nas palavras de homens brancos, do asfalto também forrados de uma carteira de milico,, fuzil e farda camuflada das forças armadas?

Sei lá eu! Minha avó dizia: briga da jacu, iambu, não entra!

Eles que são brancos que se desentendam!
Gosto
Comentar
Partilhar
13 de Novembro de 2017 ·

ASSIM É INJUSTO SER ACUSADO DE MACHISTA?

Acabo de ser acusado de machismo e omissão só porque não estou no ato da mulherada contra a proibição o aborto.

Queria esta lá, mas tá foda pro por comida em casa, muito menos pra sair da favela. Assim é injusto ser acusado de machista? Não deve ser, as feministas tem sempre razão!
13 de Novembro de 2017 ·

SE SABER QUE VAI MORRER DE MORTE A BALA TEM DE BOM...

Se saber que vai morrer de morte a bala e não de malária ou vício, e que a cada toque que recebe, esta mais proximo,tem de bom: Saber que vai morrer sedo dá uma vontade danada de viver cada dia, não como se fosse o ultimo, mas como se nunca tivesse vivido!
13 de Novembro de 2017 ·

PESQUISA DA JUSTIÇA GLOBAL 15 ANOS DEPOIS:

Numa pesquisa da ONG JUSTIÇA GLOBAL de 2003, há 15 anos, publicada na revista Caros Amigos, nº de Setembro de 2003, estado do nordeste do país, apresentavam zero mortes por 100 mil habitantes, por pms. Rio de Janeiro, Sampa e Espirito Santo lideravam a estatisticas. Hoje, estados nordestnos, como Alagoas, Ceara e Sergipe, que se encontravam zerados lideram a matança, e o Rio, por exemplo, parece que que não esta nem entre os seis mais genocidas.

O relatório, de 15 anos atrás, foi entregue a Relatora da ONU, para execuções sumárias, extrajudiciais, que esteve no Brasil em 2003.

Vendo superficialmente, os mais otimistas diriam que Rio, São Paulo, Bahia e Espirito Santo, deveriam se dar por felizes, mas na verdade, não é que o genocidio diminuiu, nos nossos estados, continuaram aumentando. A verdade é que parece que os jovens nordestinos "deixaram" de vir serem mortos no Sudeste, para serem assassinados ,em seus próprios estados no nordeste, enquanto os jovens daqui continuam sendo assassinados em massa por aqui mesmo.

Em Dublin, na Irlanda, mês passado, tive com a Dra Agnes, atual Relatora da Onu Para Execuções Sumarias, e lhe fiz uma relato verbal sobre a situação das execuções sumárias, e lhe prometi um dossiê que mostrará a necessidade dela vir ao Brasil.
9 de Novembro de 2017 ·

O RACISMO ROLA SOLTO NOS BASTIDORES DO JORNALISMO, NÃO SÓ DA GLOBO...

De mil em mim anos vaza. Aí dá no que deu. Ali Kamel, chefão geral é o mais racista d todos.
9 de Novembro de 2017 ·

WAACK FOI CORRESPONDENTE EM ISRAEL...

Waack foi correspondente da Globo em Israel durante muitos anos e nunca fez questão de disfarçar sua parcialidade pró-sionismo, antpalestino e antiarabe nas materias que produzia.
6 de Novembro de 2017 ·

DEFENSOR DE DIREITOS HUMANOS DE ACARI NUM EVENTO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS, EM DUBLIN, IRLANDA NA EUROPA

Bom dia, moradoras e do Complexo de Acari:

Entre os dias 16 e 20 de Outubro, deste ano estive em Dublin, Capital da Irlanda, um pais da Europa, reunido com 106 defensores de direitos humanos de todo o mundo, autoridades internacionais de direitos humanos governamentais e não governamentais.
No evento Plataforma de Defensores de Direitos Humanos 2017 da Front Line Defenders, de Dublin, Irlanda

Durante os cinco dias de reuniões de trabalho, pude trocar experiências com companheiras e companheiros de países africanos, asiáticos e latinos americanos e tive a rara oportunidade de ter encontros e fazer relatos específicos sobre a situação de direitos humanos no Brasil, nas favelas e em especial nas favelas de Acari com as seguintes autoridades:
O Ministro das Relações Exteriores da União Europeia, a quem apresentamos a solicitação de o Brasil e o Estado do Rio de Janeiro seja punido não só moralmente, mas também com a perda de financiamentos internacionais enquanto não reduzirem a níveis bastante baixos as violações de direitos humanos e a matança da juventude e moradores das favelas.
Sr. Andrew Anderson,Secretario Executivo da Front Line Defenders, relatamos grave situação de ameaças e risco de morte que atinge os defensores de direitos humanos no Brasil, notadamente nas favelas do Rio, como Acari
Michel Forst, Relator da ONU-Nações Unidas para Defensores de Direitos Humanos, fizemos os mesmos relatos apresentado ao Sr. Andrew Anderson, e unir as organizações e defensores de direitos humanos brasileiros para pressionar o presidente Temer a recebe-lo num visita formal, e ao mesmo tempo fizemos um convite informal, em nome do movimento de direitos humanos brasileiro para que ele visite nosso pais e nossas favelas, mesmo que o governo brasileiro não convide.
Andrew Gilmor, Assistente para Direitos Humanos da ONU-Nações Unidas e, fizemos os mesmos relatos e convites.
Com a Sra. Agnes Callamard, Relatora Especial da ONU para Execuções Extra Judiciais, Sumarias ou Arbitrárias, formalizamos denuncia sobre os altos índices execuções sumarias ( homicídios decorrentes de intervenção policial) e autos de resistência forjados, nas favelas do Rio, em especial no Complexo de Acari e formulamos convite para que nos visite oportunamente para constatar pessoalmente a veracidade de nossas denuncias.

A todas essas altas autoridades de direitos humanos e para suas organizações nos comprometemos fazer um relatório bimestral da situação de direitos humanos na favelas do Rio, e em especial no Complexo de Acari.
Por fim quero agradecer as companheiras integrantes do Coletivo Fala Acari pela honra e a confiança de me permitir representar nossa organização em um fórum de tamanha importância como é a Plataforma de Defensores de Direitos Humanos da Front Line Defenders.
Em especial quero agradecer a Front Line Defenders e suas e seus integrantes pelo convite e pela atenção e acolhida e proteção que propiciaram a mim e a todas e todos defensores de direitos humanos em situação de risco, a ONG Justiça Global e ao Escritório da Anistia Internacional no Brasil, as quais sem o apoio político, moral material e financeiro sequer eu conseguiria sair da favela de Acari.
E as companheiras e companheiros, mais de cem defensores e defensoras de direitos humanos de todo o mundo, com as quais pude trocar ricas, sofridas mais corajosas esperançosas experiências de vida e de luta e a certeza de somos importantes para nossos povos e nossas gentes e de voltaremos nos encontrar num futuro próximo ainda mais fortalecidos por termos nos conhecido e convido por alguns dias e que estaremos vivos, mais felizes e salvos no nosso próximo encontro, seja onde for.
Também não posso esquecer de ser grato a esse pequeno e belo pais heróico e terno pais chamado Irlanda, e ao povo de sua capital, a linda, mágica e carinhosa Dublin, não só por isso, mas se apresentar como oportunidade de vida mais feliz e mais próspera ao mais de mil brasileiros que escolheram esse pequeno e incrível pais pra viveram uma vida melhor que nosso pais, o Brasil, não foi capaz de lhes proporcionar.

Rio de Janeiro, 23 de Outubro de 2017

Vanderley da Cunha,
Poeta, animador cultural,
Defensor de direitos humanos favelado,
Integrante do Coletivo Fala Acari
3 de Novembro de 2016 ·

1982: O ANO EM QUE A POETADA NEGRA ASSUMIU TEORIZAR SUAS FAZENÇAS.

Não tenho nenuma vontade de, pleo menos agora, talvez nem depois, entrar nessa "treta" sobre as declarações de professora adriana facina.

Estou no pique da chegada de 2017. Quando ele chegar estaremos comemorando 30 Anos do 3º e penultimo, sim porque ainda faremos mais, 3º Encontro de Poetas e Ficcionistas Negros, Realizado e Petropolis, em 1987, que reuniu durante 3 dias, 59 poetas, escritores, e teoricos negros e negras.

Os 1º e 2º Encontros aconteceram num pique só, em 1985, primeiro e Sampa, depois no Rio.

A condição para participar dos encontros, além de mandar pelo menos 10 paginas de poesias, ou uma obra de ficção era, apresentar um texto teorico sobre poesia ou arte literária negra.

Os dois coletivos de poetas que prmoveram os encontros, foram o Quilombhoje de Sampa, que desde, 1979 já publicava de forma independente, os Cadernos Negros, e o Negricia, Poesia e Arte de Crioulo, do Rio, formado por poetas que já tinham uma militancia no movimento negro, no teatro, e no ativismo culturual suburbanno e nos cartunus negros.

O que levou os poetas e ficcionistas negros porem como condição pra partiicapação nos encontros, a apresentação de texto teorico, além das obras literárias?

No ano de 1982, escritores negros do Rio e Sampa, participaram de um Encontro Nestrê de Literatura, componso varias mesmas.

Numa dela, uma pesquisadora, a professora Zilá Bern, apresentou um texto que desgradou os escritoress negros. houve um intenso mas respeitoso debate.

Mas ao voltar pras seus lugares, os escritores e escritoras, resolveram dai em diante serem teoricos e criticos de suas próprias fazenças poetica e literárias.

a lan vai fechar agora. amanahã continuo.
4 de Novembro de 2017 ·

O QUE VOCÊ, DEFENSOR DE DIREITOS HUMANOS FARIA SE UM AMIGO QUE VOCÊ ADORA COMETE FEMINICÍDIO, MATA A PAULADAS UM AMIGA QUE VOCÊ ADORA?

Eu estou me sentindo muito mal mentalmente se somatizando, deprimido, triste e me sentindo um fracassado de merda como defensor de direitos humanos e com muita vontade de largar essa porra toda e me enfiar no meio do mato, e nunca mais botar a cara. Não é esse fim de carreira de militante revolucionário e defensor de direitos humanos que eu queria pra pra mim.
4 de Novembro de 2017 ·

MINHA QUESTÃO COM A DRA LUISLINDA É...

Como juíza e desembargadora quantos negras e negros éla botou na cadeia? Bateu o martelo na cabeça deles, de forma justa ou injusta? Não só com ela, mas também com negros e negras, que chegaram ao status de juíz, promotor, desembargador. Se ela merece ganhar 60 mil ou não, é importante, mas pra mim, o mais importante é saber, o que um negro ou uma negra, que ocupa cargos de previlégios, fez dele, meio pra ajudar ou fuder negras e e negros, sem os previlégios que conseguiram, por mérito próprio ou não.

A principio, tenho um pé atrás, quase sempre os dois, mas sempre disposto a pular pra frente, com negras e negros de direita, filiados ou não a partidos de direita.

Se bem que conheço varios negros e negras de esquerda, filados a partidos, ou não, que tem posições de previlégio, na sociedade e vivem a sacanear, usar e oprimir negras e negros, sem as mesmas posições e sem seus previlégios de classe. Nunca é demais lembrar e relembrar Solano Trindade.

NEGROS

Negros que oprimem
negros
não são meus irmãos.

Negros
a serviço do capital
não são meus irmãos.

Somente os negros
oprimidos do mundo
são meus irmãos.

Para eles eu tenho
um poema maior
que o Rio Nilo.
4 de Novembro de 2017 ·

#SAPATÃO,NÃO!
GOSTO DA PALAVRA LÉSBICA!

Não gosto desta palavra, sapatão! Ela marcou minha infância construindo na minha cabeça e introjetando em mim preconceito contra mulheres que gostam de mulheres.

Refrões de marchinhas de carnaval como esse: 'Maria sapatão, sapatão, sapatão, de dia é maria, de noite é João." eu repetia, com amigas e amigos nos blocos de sujo.

Só comecei a superar me homofobismo contra mulheres quando acompanhei de perto varias irmãs negras, do Movimento Negro, dos anos 80, assumirem sua bissexualidade e homossexualidade, e ser solídário ativa e revolucionarimente a elas. Tenho orgulho de ter uma linda e adorável criaturinha humana na minha familia.

Sou fã da cantora Ana Carolina e achei lindo sua namorada Letícia Lima, ter tido a coragem de ser capa da revista do Globo de Domingo passado, mesmo diante de toda onda de homofobia que assola a nossa sociedade.

Simplesmente não consigo escrever a palavra sapatão nos meus textos, de poesia, cronicas ou qualquer outro. Escrevo lésbica.
3 de Novembro de 2017 ·

2ª PARTE:DE LUIZA MAHIN A MARIANA CRIOULA, PIONEIRISMO DAS MULHERES NEGRAS AFRICANAS E BRASILEIRAS COMO DEFENSORAS DE HUMANOS.

Manoel Congo, Pedro Dias, Vicente Moçambique, Antonio Magro, Justino Benguela, Belarmino, Miguel Crioulo, Canuto Moçambique, Afonso Angola, Adão Benguela, Mariana Crioula, Rita Crioula, Lourença Crioula, Joana Mafumbe, Josefa Angola e Emilia Angola.

As e os 16, dentre, os cerca de 500 escravos revoltosos do Quilombo de Manoel Congo, em Paty do Alferes em 1838, que foram levados a julgamento depois da revolta ter sido sufocada.

Dos 16 somente os homens foram punidos com chicotadas,50 por dia durante 3 meses, e Manoel Congo foi condenado a morte.

Embora se diga que as mulheres teriam sido perdoadas, na verdade embora não tenham sido punidas com castigos físicos foram mandadas de volta a senzala e ao trabalho pesado das lavouras de café, já a maioria eram mucamas, dormiam na casa grande e faziam apenas trabalhos domésticos. Além do mais, embora não haja registros, teriam também obrigadas a andar com gargantilhas de ferro, que era uma punição para escravos fugitivos e revoltosos.

Com relação as escravas rebeldes, fugitivas, era comum também ser aplicada como punição informal o estupro.

A primeira coisa que acho importante perceber que dos nove são africanos, como Manoel congo. Dados da época apontam que 70% dos escravizados eram africanos, principalmente trazidos da região das atuais Angola e Republíca do Congo, no Rio de Janeiro, principalmente na região da Grande Vassouras.

A segunda coisa: Desde o Quilombo dos Palmares, lá pelo ano de 1600, as principais rebeliões escravas foram lideradas por africanos, embora com a adesão de crioulos, escravos nascidos no Brasil.

Terceira coisa: Sobre Palmares há pouco registros da participação de mulheres . Mas há informações que dão como certo, que pelo menos uma aldeia, das 12 aldeias palmarinas que se espalhavam num raio de mais de cem kilometros era comandada por uma mulher. Palmares durou pelo menos 100 anos. Embora se resgistre como seu fim, 20 de Novembro de 1695, com a captura e morte de Zumbi, é certo que aina houve resistências até pelo menos 1707.

Voltando ao Quilombo de Manoel Congo: É notável a participação das mulheres africanas e crioulas/nascidas no Brasil.

O que se sabe é que, quase todas e todos homens e mulheres que lideraram a revoltam faziam parte de uma Sociedade Secreta Chamada Ebana. Algumas fontes de informação dão conta que essa sociedade secreta já exisitia entre os escravos de origem banto, que eram maioria em Palmares, há mais de 120 anos antes.

Mas vamos a minha defesa de que as e o quilombolas de Paty do Alferes, estão entre os pioneiros da defesa de direitos humanos, no Rio, no Brasil.

Nem sempre revoltas escravas tinha como objetivo explicito romper com estado e implantar uma nação, uma republica independente como foram os casos, da Sabinada e da Revolta Malê.

A maioria das revoltas tinham a intenção de lutar contra os maus tratos, os castigos, os assassinatos. Claro que num dado momento, mesmo essas revoltas "reformistas" que podem ser enquadradas no que o prof. Florestan Fernandes chamava de "revolução dentro da ordem" poderiam ter evoluido para a "revolução para romper a ordem.' o que não exclui essas revoltas de serem também, em defesa dos direitos humanos, com muita semelhança a s lutas em defesa dos direitos humanos hoje, já que boa parte das e dos defensores de direitos humanos hoje, no Brasil e no Mundo, acreditam e lutam, por plenos direitos humanos no âmbito de uma sociedade capitalista, branca, patriarcal, racista, machista como a em que vivemos e que deve sua existencia ao a exploração do trabalho escravo por quase 4 anos.

Pra não alongar muito a postagem, vou acrescentar alguns comentários, possivelmente não agora, talvez amanhã, de como se deu, pra mim, a defesa de direitos humanos, nas revoltas escravas do sec. 19 e que liçõs podemos tirar e aproveitar pra nossas lutas como defensoras e dfensores de direitos humanos, pra fortalece-las.
1 de Novembro de 2017 ·

DE LUIZA MAHIN A MARIANA CRIOULA, PIONEIRISMO DAS MULHERES NEGRAS AFRICANAS E BRASILEIRAS COMO DEFENSORAS DE DIREITOS HUMANOS.

Tenho convicção de os quilombolas de Paty do Alferes, no Rio de Janeiro e os revoltosos da Sabinada, na Bahia, estão entre os pioneiros da luta dos defensores dos direitos humanos no Brasil. Mais as força e a pujança dos dois movimentos que abalaram o Imperio brasileiro recem independente se devem ao protagonismo de sete mulheres africanas e crioulas/ negras nascidas no Brasil.

Uma delas, africana, segundo relato de seu próprio filho, Luiza Mahin, embora haja evidências de sua ativa participação na Revoução Malê, 3 anos antes, em Salvador, com certeza teve participação ativa na Sabina, revolta que começou em 1837 e terminou em Março de 1838. Sendo essa revolta a unica que existe registro escrito sobre ela, numa carta escrita, por seu filho, Luiza Gama, a um amigo, em 1880.

Outra, mas corretamente outras, Mariana Crioula, e mais seis mulheres, 3 africanas e e duas crioulas como ela, foram protagonistas em igualdade com homens, africanos e crioulos, organizaram a revolta que ficou conhecida como Quilombo de Manoel Congo, no Rio de Janeiro.

Donde minha convicção de que ambos os movimentos eram antes de tudo, de defesa dos direitos humanos?
Embora a Revolta Male tivesse a intenção de romper com a ordem vigente e implantar um Estado Islâmico, e por sí mesmo, no seu cerne, a defesa radical dos direitos humanos, a Sabinada e o Quilombo de Manoel Congo tem umas coisas singulares, que se assemelham a luta dos direitos humanos nos dias de hoje, nas quais, nós, defensoras e defensores de direitos humanos estamos empenhadxs, no Brasil e no Mundo.

A Sabinada teve como motivação principal, a recusa de brasileiros, brancos, ao serviço militar obrigatório, exigido pelo império, para recrutar soldados pra sufocar a revolta dos farrapos, que ocorria no Sul, além de combater os previlégios dos portugueses a detrimento dos dos brasileiros.

Como a Sabinada começou em 1837 e terminou em 1838 é interessante e instigante as evidências de que Luiza Mahin, tenha participado das duas revoltas ao mesmo tempo, tendo que fugir, para não ser caputurada e presa, por causa da Sabinada, e não da Revolta Muçulmana, como sinaliz seu filho, Luiz Gama, que na sua carta, diz ter encontrado indícios da estada de Mahin, na Corte, ou seja, no Rio de Janeiro, metida com malungos desordeiros, ou seja ameaçadores da ordem vigente, e que por isso muito provelmente teria sido presa, com eles e deportada, bem possivel e ironicamente para África.

Na segunda parte, vou me deter mais sobre o Quilombo de Manoel Congo, no Rio, o protoganonismo das mulheres africanas e crioulas no mesmo, e de onde vem minha convicção de que seus protagonistas, independente dos rumos que tomou a revolta faz de seus participantes, em singular as mulheres pioneiras da luta pelos direitos humanos no Brasil. dos quais smos herdeiros, devemos nos orgulhar, refletir sobre suas lutas, feteja-las e dar a elas toda visibilidade possivel, tanto em território brasileiro, mas também e cada canto do mundo, onde há dedensoras e defensores de direitos humanos.

1838 foi o ano que africanos e negros escravos e livres, que brancos libertadores ameaçaram e abalaram o Império Brasileiro, recem independente e todo mundo colonial com a possibilidade de uma nova revolução haitiana. do lado de baixo da linha do equador.
2018 pode ser o ano, pelo menos, do começo de novos abalos, e não será possivel, sequer uma sacudidela, sem que as mulheres negras, e pobres das favelas e periferias,e das africanas, tenham o mesmo protagonismo que Luiza Mahin, Mariana Crioula, e as outras seis mulheres do Quilomdo de Paty, tiveram nos movimentos que lideram, e que embora, perdedores, no primeiro momento, ainda não perderam já que somos herdeiras e herdeiros e estamos dando continuidade as lutaas que apenas iniciaram.

Pera aí que daqui a pouco, ou amanhã, posto a segunda parte. Só um toque,véio: sou poeta e animador cultural e militante negro revolucionário. Esse não é um texto teorico ou acadêmico, não é negrologia, nem favelologia. É ARGUMENTO PARA LUTA.
Gosto
Mostrar mais reações
Comentar
Partilhar
Deley De Acari Vanderley Cunha
1 de Novembro de 2017 ·

A DELEGADA QUE INVESTIGA O CASO DA TURISTA ESPANHOLA...

Tá inclinada a culpar a agencia de turismo e a guia como responsáveis pela morte da turista espanhola na Rocinha! Esqueçam o tenente! tá de sacanagem né doutora?
1 de Novembro de 2017 ·

A POLICIA NÃO PODE COMBATER O CRÍME, ESTA MUITO OCUPADA E COMETE-LO! Galeano, leu isso num muro no México! pensaram que num parede do prédio da central do brasil? mas podia,né?
31 de Outubro de 2017 ·

Ministro da Justiça afirma vínculo entre PM e crime organizado

Em entrevista ao blog do jornalista Josias de Souza, o ministro da Justiça, Torquato Jardim, afirma que a Polícia Militar do Rio de Janeiro é sócia do crime organizado no estado. Torquato não isenta de culpa o Poder Executivo e afirma que com Pezão (governador) e Roberto Sá (secretário de segurança) “o Rio não tem comando” e apresenta prazo para solução: “a virada da curva ficará para 2019, com outro presidente e outro governador”.

A conclusão do ministro surgiu através do assassinato do tenente-coronel Luiz Gustavo Teixeira, do 3º Batalhão da PM. Segundo o Torquato, “esse coronel foi executado e ninguém me convence que não foi um certo de contas”. O ministro segue o raciocínio: “ninguém assalta dando dezenas de tiros em cima de um coronel à paisana [Josias apurou que o PM estava fardado], num carro descaracterizado”.

O jurista contextualiza o episódio e mostra a percepção que o ministro da Justiça tem do cenário atual no Rio de Janeiro: “O que está acontecendo hoje é que a milícia está tomando conta do narcotráfico. Por que? Os principais chefões do tráfico estão trancafiados em presídios federais. E o crime organizado deixou de ser vertical. Passou a ser uma operação horizontal, muito mais difícil de controlar”, finaliza (ou detona) Torquato Jardim.

Em resposta, o secretário de Segurança Público do Rio de Janeiro, Roberto Sá, se diz indignado com as declarações do ministro e o governador, Luiz Fernando Pezão, nega as afirmações. Na Câmara, o deputado do PSOL, Glauber Braga pediu a convocação do ministro para Comissão de Segurança Público da Câmara, a fim de esclarecer as informações de Torquato. Segundo Josias, a data para essa sessão será no próximo dia 8.
Entre para postar um comentário.
30 de Outubro de 2017 ·

UM POUCO MAIS SOBRE CRITICAS AO PSOL E OUTROS PARTIDOS DE ESQURDA

Hoje minha companheirada que acredita na politica partidaria como principal maneira de chegar ao poder estão concentradas mais bo PSOL no PCB e um pouco ainda no que resta de bom no PT. Sou um poeta, militante negro afro anarquista um líder comunitário na favela de Acari há uns 40 anos. Não sou dono da favela, não sou o unico ´mais importante lider favelado acari mas, no que posso, no que tenho de credibilidade junto a maioria dos moradores de Acari não me esquivo de acompanhar compas de esquerda em quem confio e acredito quando me pedem quando vem fazer campanha em Acari. Gostaria muito que as irmãs e irmãos anarquistas e principalmente aos afroanarquistas como eu, ao em vez de tentar me convencer que este o aquele partido de esquerda, esse ou aquele candidato de esquerda não presta e não merece meu apoio, me pedissem, como eles, pra apoiar a vinda deles na favela a não votarem mas sim lutarem, e não ficarem apenas fazendo luta anarquista pelas redes sociais, e pelo bares da rua joaquim silva, e dando um beck na escaria Selaron... ou Celaron! De Boa?
30 de Outubro de 2017 ·

PRA ONDE VAI OU SERÁ LEVADO DEFENSOR DE DIREITOS HUMANOS FAVELADO DIANTE E NO MEIO DO ATUAL CONTESTO DE CONFLITO NAS FAVELAS.

Antes de dar meu pitaco, transcrevo um longo mais necessário "pedaço" da entrevista do cineasta Fernando Meireles, no O Globo de ontem. Uma rara e lucida e inquietante mas instigadora percepção da realidade de hoje. Diz o Meireles: "... Essa ideia de franquia da droga era nova na época( 1977, guerra de facçoes na CDD de Ze Pequeno)Entendo que proxima mudança parece ter sido a criação de especies de grands distribuidoras de drogas, que passaram a controlar varias comunidades e disputar o controle da cidade. CV ADA são as maiores. Hoje há grupos trabalhando pelo controle nacional como PCC-Primeiro Comando da Capital e FDN- Familia do Norte. Imagina-se que o proximo movimento deverá ser ligações mais fortes com o mercado internacional, que já deve existir em algum nível dado o volume que estas grandes empresas nacionais negociam. Alias, a lógica do trafico não parece ser diferente da lógica de mercado, o apetite e igualzinho, o que muda são as armas. Bala de um lado, marketing do outro.
Fernando Meireles, cineasta, no jornal o Globo. quem quiser ver materia inteira: Cadernos Rio, ECOS DA GUERRA, NO RIO UMA REALIDADE DE FILME POLICIAL, PAGINA 14.

Na minha estada em Dublin, na Plataforma de Defensores de Direitos Humanos Ameaçados, com a presença de 106 defensores de africa, americas e ásia, eu, além de um repper angolano eramos os unicos que fala portuguesa. Na troca de experiências na busca de superar a realidade opressoras de cada pais que leva as e os defensores a atuar, enfrentar os violadores e serem ameaçados por sua luta, talvez a que mais se assemelha ao Brasil e ao RIO, talvez seja o México. Depois da minha comunicação, ja publicada aqui no meu perfil, eu virei meio que um alienigena defensor de direitos humanos. "Ninguem entendia porque, num pais democratico, a policia mata tanto, e porque defensores de direitos humanos favelados como eu, como as compas do coletivo fala acari e de outras faveladas do Rio do Brasil somos ameaçados pela policia e sofremos atentados, "SIMPLESMENTE" por assessorar familias de vitimas de direitos humanos na busca de justiça para seus casos.

E muita gente, nossa, tanto do asfalto como das próprias favelas, tambem não entendem. A lucida percepção de Fernando Meireles, no globo de ontem nos deve levar a perguntar pra onde vai ou ser levado do defensor de direitos humanos favelado diante e no meio da nova mais tão cruel luta do capital dito legal com o próprio capital criminal, quanto foi o inicio do capitalismo pós feudalismo. É disso, pra onde, como, o que vai ser o que vão fazer do defensor de direitos humanos favelado daqui pra frente...´disso que quero pensar junto, coletivamente, não só com os e as defendoras e defensdores, como com as e os defensores de defensores como a Anistia e a FrontLine da Irlanda.
30 de Outubro de 2017 ·

Por : Deley De Acari Vanderley Cunha
QUEM CRITICA O PSOL POR SER UM PARTIDO DE ESQUERDA BRANCO E DE CLASSE MÉDIA É PORQUE ACREDITA NUM PARTIDO DE ESQUERDA NEGRO E POPULAR?
Em 1991 fui um dos poucos militantes de esquerda e revolucionários que assinaram a tese ao 1º Congresso do PT do professor/Deputado Federal Florestan Fernandes, que defendia quE um partido dos trabalhadores deveria ter duas frentes: uma legalista, eleitoral, e uma revolucionária, clandestina pronta a fazer a revolução/ruptura da ordem e a revolução dentro da ordem, como buscam os partidos de esquerda reformistas ocidentais. Me filiei o PT em 86, me afastei do partido em 93, voltei em 2000 pra fortalecer o Coletivo Raça e Classe, tendência minoritária negra e radical formada por militantes revolucionário negros na sua maioria favelados dentro do paritdo. Me afastei em 2002 com a coligação do partido com o PL da Igreja Universal. Simplesmente abandonei o partido porque a politica comunitária favelada, de defesa de direitos humanos e a militância negra e artísticas exgiam e exigem de mim e precisam de mim mais que a politica partidária e eu delas. Não precisei passar por etapas que levam o militante de esquerda do marxismo leninismo ao anarquismo. O contato com as idéias de Samora Machel, Amilcar Cabral, revolucionários africanos de língua portuguesa, Fannon de caribeano de língua e de Ho Xi Min, um budista vietnamita que conseguiu consiliar a filosofia do budismo ao marxismo leninismo me levaram a compreender, se drama e sem dor, que o Anarquismo Negro de Ashanti Alston é o atalho mais curto e seguro para um mundo livre e negro, ainda em construção que nenhum grande pensador ativista, estadista eurocentrico jamais foi capaz de imaginar e fazer realidade. A África, por mais colonizada, explorada, saqueada, onteme e hoje jamais será totalmente ocidentalizada, europeizada. Um filosofo frances, disse um dia que o Ocidente é um acidente. Não sei se os orientais e chamado mundo árabe/oriente médio se consideram também um acidente como é o Ocidente,incluindo as américas pós colombo. A verdade pra mim é que as americas antes de Colombo e a África não são Ocidente, Oriente, o médio oriente. Por maior que seja a diversidade de nossos povos, o mundo não terá futuro sem um reflorecimento um reavivamento, não em busca de um passado, que não exite mais e que não volta, mas em direção a um futuro já a partir desse presente, que nenhum partido comunista esquerdista, seja o PSOL, o PCB o PT ou o partido revolucionario da casa do caralho, é capz de construir.
30 de Outubro de 2017 ·

FORÇAS ARMADAS NA ROCINHA, COMBATE AO CRIME, OU DESESPERO PRA SALVAR O PMDB DO RIO n

A presença "facil" por qualquer "roubaram meu pinico" nas favelas do Rio, principalmente da Zona Sul, parece ser combate ao crime, mas é muito mais que isso: Uma tentativa desesperada, sórdida, desumana, de salvar o PMDB do Rio nas eleições de 2018. O desespero é tanto que as cupulas nacional, estadual e municipal não estão nem aí pra expor a vida de policiais civis e militares das populações faveladas e ocupações irresponsáveis, aventureiras e trágicas.
30 de Outubro de 2017 ·

NASCE UMA ECOLINHA DE RUGBY FEMININO EM ACARI

Na nossa estadia na Plataforma FRONTLINE2017 de Defensores de Direitos Humanos, em Dublin recemos a doação de 14 camisas de rugby no valor total de 1007Como 10007 euros deu pra comprar 14 camisas e o preço de cada camisa, foi em torno de 65 euros, há duas camisas de 75 e 80 euros, a ideia era vende-las ou fazer uma rifa pra arrecadar ao menos uns 800 reais, o que daria pra comprar uniformes pra os 63 meninos da escolinha.

Mas depois a ideia evoluiu pra fazer uma rifa só das camisas maiores, e ficar com as pequenas pra montar um time de rugby infantil feminino com núcleos nas escolas Ciep Dr. Adão Pereira Nunes, no Conj. Habt. Amarelinho de Irajáde onde duas alu8nas foram baleadas por policiais na saida da escola, sobreviveram mais com sequélas, fisicas e mentais e na Escola Daniel Piza, no Complexo do Morro da Pedreira onde a menina duda foi morta a tiros por pms no dia 30 de março quando treinava na quadra da escola. o nome do projeto será SOCIAL RUGBY C'IRLANDA.

A Ideia do nome do projeto surgiu da junção do nome da Cirlanda, uma morada do complexo de Acari, já falecida, que enfrentou o temível coronel cláudio oliveira, acusado de mandante da morte da juíza Patricia Aciolly,quando este era ainda major e coomandava a base de ocupação pm de Acari, nos anos 90 quando este proibia a realização de festas juninas, jogos de rua na favela com o nome do pais, Irlanda, sede da frontline e dos doadores do uniformes. O projeto também é uma opotunidada pra garantir a participação das meninas nos espaços publicos de praticas esportivas, dominado pelos meninos, e usar as tecnicas e filosofia do rugby pra enfrentar os bulling o machismo e a violencia contra a mulher de um modo geral e principalmente, na favela, que não raro resulta a violencia fisica que resulta em morte tragica como ocorreu recentemente em acari.

E reduzir os danos as habilidades de aprendizagem causadas também causada pela exposição constante a o estresse e situações de violencia e alto rísco que afetam estudantes de escolas de favelas.

Com a rifa das camisas de rugby para adultos a gente espera conseguir o bastante não só para compra dos uniformes para os meninos como para bolas de rugby para as meninas e uniformes adequados para elas.

A ideia se fortaleceu depois de se constatar que o rugby quarda algumas semelhanças com o velho pique bandeira da minha e da infãncia de muitos de nós, hoje praticamente desaparecido de nossas favelas.

Agora é captar recursos materiais e financeiros pra por o projeto pra frente. Por enquanto dá pra improvisar bolas de rugby para começar os treinos com garrafas pet cheias de areia revestidas com lona.
27 de Outubro de 2017 ·

COMUNICAÇÃO A PRATAFORMA DA FORNTILINE 2017

Comunicação feita na Plataforma da ong Front Line de Dublin/Irlanda no dia 19 de Outubro de 2017 perente a 106 defensores de Direitos Humanos de todo o Mundo e autoridades mundiais como o Ministro de Relações Exteriores da União Europeia, do Relator da ONU- Organização das Nações Unidas para Direitos Humanos e da Relatora da ONU para Execuções Sumarias/ExtraJudiciais ( como os auto de resistência/ assassinatos de supostos traficantes em favelas)

Vanderley da Cunha/Deley de Acari
Poeta, animador cultural
E ativista negro.
Coletivo Fala Acari, Rio de Janeiro,

Saudações a companheirada defensoras e defensores de direitos humanos de todo mundo aqui presentes a esta plataforma da frontiline de 2017
Neta breve comunicação oral quero expressar minha gratidão a ONG justiça global e ao escritório da anistia internacional no Brasil. Sem o apoio de ambas com certeza nem mesmo estaria hoje vivendo o previlégio impar de compartilhar das ricas experiências de vida e ativismo com centenas de pessoas maravilhosas de todo o mundo.
O apoio dessas dessas organizações para freqüentes retiradas emergências diante de serias ameaças e atentados do meu território de origem foi determinante para eu vivo e integro físicamente para estar aqui agora.
Atentados ameaças e seqüestros que atingiram não só a mim mas a mais duas companheiras do coletivo fala acari por parte dos mesmos algozes.
Oxála possa partilhar com vocês a experiências e o aprendizado do lado bom desses momentos ruins. Se nos foram impostos momentos ruins é porque nossas ações nossas com apoio das organizações já citadas,tiveram êxitos e vitórias embora que ainda parciais no enfrentamento as violações direitos humanos impondo derrotas a nossos detratores ameaçando-lhes a impunidade atraindo suas represálias.

Sou um dos integrantes do coletivo fala acari, organização não governamental de ativistas favelados em sua maioria formada de mulheres negras que a partir da favela de acari, no Rio promove ações atividades em prol dos cerca de 45 mil moradores da favela, mais da metade,jovem e mulheres negras na faixa de idade de 0 á 35 anos,com o 160º IDH dentre os 163 bairros da cidade com 7 milhões de habitantes na área metropolitana.
O Complexo de Favelas de Acari, com oito favelas somente no 1º semestre deste ano escolar de 2017 é a região que teve o maior numero de dias com escolas fechadas, 35 dias por causa da violência nas operações policiais que põe em risco a vida de alunos professores e pais com danos significativos a habilidades de aprendizado as crianças segundo a UNICEF
Numa dessas operações, no dia 30 de março, dois pms ao disparar dezenas de vezes contra supostos traficantes numa ação de execução extrajudicial feriram também mortalmente com 4 tiros a estudante Maria Eduarda, de 13 anos que participava de uma aula de educação física na quadra da Escola Municipal Daniel Piza.
Embora seja o menor BPM, do Rio, com cerca de 680 soldados, o 41ºBPM é o de maior letalidade segundo estatísticas oficiais do Rio.
Até 9 de Outubro passado são 153 pessoas ditas inocentes feridas balas perdidas na cidade do Rio de Janeiro, 26 somente em Acari com 12 mortes.
É pela redução significativas destes danos a vidas tão jovens e pela punição de seus causadores que o Coletivo Fala Acari, do qual faço parte lutamos e é por essa luta que temos sido constantemente ameaçados, seqüestrados, sofrido atentados e estamos correndo sérios e graves riscos de morte.
E é nossa persitencia e resistenciasindividual e coletiva e os avanços e as vitorias apesar dos revezes que trazemos aqui paraa trocar com vossas experiências.
25 de Outubro de 2017 ·

FAVELA SAFARI, UM DIA IA DAR MERDA MESMO!

Essa porra, de FAVELA SAFARI um dia ia dar merda mesmo! Um caçador mais sedo ou mais tarde, ao em vez de acertar um tiro num nativo ou num macaco da favela parque nacional de preservação animal e ia acertar num turista em visita ao território pra se divertir com o exotismo local e jogar banana pra gente. Lamento a morte da gringa mas... #FORA FAVELA ZOO! Amigo, amiga de favelado, não precisa posar de turista, pois amigo, amiga de favelado já é de casa também e não precisa de guia,nem de anftrião, pois mesmo morando fora, já mora no nosso coração! GRINGOS, GO ASFALTO
25 de Outubro de 2017 ·

QUASE DUDA DE CARI DE NOVO.

Semana passada um Caveirão parou ao lado da Escola Daniel Piza, onde a menina Duda foi baleada e morta no dia 30 de Março, sairam 12 pms e ficaram apontando as armas para o alto do morro da Pedreira. Havia aula de educação fisica na quadra que teve que ser evacuada as pressas. Os traficantes do alto do morro só não atiram pra não atingir a escola. Mas e se fosse o contrario? os traficantes estivessem ao lado da escola e o pms do outro? o simples fato de terem parado o caveirão ao lado da escola, mesmo tendo aula na quadra, e tendo acontecido a tragédia que aconteceu, é evidente que atirariam de novo, como fizeram quando mataram Duda e os supostos traficantes. Dessa vez sem ninguem pra registrar o fato. Então cairia tudo nas costas dos bandidos. E possivelmente, uma ou mas Duda, menina ou menina, vitima de bala perdida.
22 de Outubro de 2017 ·

CHEGUE! BEEMMM CANSADO! MAS MUITO BEM!

DEPOIS DE DUBLIN 6

22 de Dezembro de 2017 ·

FSM/SALVADOR/2018,DAS MÃES DE ACARI AS MÃES DO MUNDO:

No Fórum Social 2005 em Porto Alegre uma delegação de mais de 40 mulheres negras e de periferia coadjuvadas por militantes da Rede de Comunidades e Movimentos Contra a Violência tiveram uma participação protagonista e surpreendente. A nossa participação girou em torno da exibição do filme "entre muros e favelas.' seguidas de rodas de conversa. Mães de Acari, Mães do Caju, Mães do Rio foram grupos de mães de vitima de violência que tiveram participação protagonista, emocionada, chocante e politizada. que teve ponto alto o encontro histórico das Mães de Acari com uma das Mães de Maio, da Argentina.

Em 2005. As cidades do Rio de Janeiro, Vitória e São Paulo lideravam as estatísticas de mortalidade de jovens negros e por morte violenta.

Do Nordeste somente Salvador figurava entre as cinco cidades mais violentas do Pais.
Passados 13 anos cidades nordestinas que sequer apareciam nos mapas de violência hoje lideram essa trágica estatísticas. Fortaleza, Aracaju, Natal, Maceió, Salvador...

Embora o Rio e São Paulo apareçam "apenas" lá pela oitavas, nonas colocações nesse jogo de violência estatal e paraestatal, são nossas cidades que ainda que tem maior projeção na mídia, e na sociedade. E a lutadoras e lutadores contra o genocídio também são mais conhecidas.

Mas não é preciso ser muito participante no mundo dos direitos humanos pra saber que onde há opressão, injustiça, genocídio do povo, há indignação, resistência, menos e mais politizada, mais e menos radical mas sempre resistência.

Seria muito bom se as favelas do rio, com nossas mães de Manguinhos, mães de acari, mas do alemão, mas das favelas da zona sul, da periferia e da baixada pudessem reeditar em Salvador, a participação de porto alegre há 13 anos atrás e somar luta com as mães nordestinas, com a participação igualmente coadjuvante mas importante da juventude negra e pobre e militante favelada e da periferia.
20 de Dezembro de 2017 ·

NÃO PERMITA DEUSA QUE EU MORRA SEM QUE VOLTE PARA DUBLIN...

Hoje de manhã, indo pra Pavuna, um dos lobos que gostariam de comer meu coração na brasa neste Natal, passou voado num carro da civil. Exatamente sobre a ponte do Rio Acari. Passou que passou voado sem desconfiar que eu estaria naquele onibus. O sol da manhã, refletindo no espelho d'água suja do Rio Acari, me lembrou do Canal de Dublin, capital da Irlanda.

Passamos,eu e uma voluntaria da Front Line Defenders, de taxi sobre o canal, numa tarde fría, nublada e chuvosa de outono rumo a um shopping pra comprar camisas de rugby e pensei comigo mesmo. Quando chegar no Rio, não vou deixar ninguem me matar até que eu volte aqui,num verão, só pra ver o sol brilhando refletido nas águas desse canal.

E é isso mesmo, que ninguem se atreva a morrer eu antes de voltar a Dublin, e ver o sol brilhando, refletido no seu canal lendário e histórico.
Dublin é uma cidade mágica, smpre odiei a Europa, nunca me empolgou conhecer qualquer de suas capitais. Mas, por razões politicas que viraram afeição, sempre quis conheer Barcelona, Pais Basco... Dublin, sinceramente não estava na minha agenda politico-afetiva, mas sim Belfast. Mas, agora Dublin muito mais que isto esta no meu coração como uma segunda Acari.

Parece que vão me deixar passar natal e reveion 2017 vivo, e por permanecer vivo e são, embora não santo, até agora, não posso deixar de ser grato, a Anistia, a Justiça Global e a Front Line Dfenders. Como direitos humanos não se faz com computadores, salas envidraçadas, papeladas, é preciso nominar: Renata Farina, Lígia Medeiros, Mariza Verssomon, Atila Roque, Jurema Werneck, Sandra Carvalho, Alice Di Mrchi, Antonio Neto, Monique Cruz, Gláucia Marinho... Rafael Diogenes, Ivi Oliveira e a mulherada da Front Line Defenders, na Irlanda, representadas no meu coração e na minha memória por Sinead, a unica que me lembro o nome, porque é igual da Sinead Wewer, do filme Alien.

Não posso também esquecer a generosidade do SR. Deníz O' Braian, que com sua generosidade de doar pra menorzada de Acari 14 camisas de Rugby, começou por incentivar o surgimento do primeiro time de rugby infantil feminino da Favela de Acari, que começa a treinar em Janeiro de 2018. Que os Eres estejam sempre contigo, amigo.

Por fim, ou por começo, um compromisso com o sol, com o canal de Dublin, com Dublin: Podem deixar que não vou deixar que me morram antes de te ver brilhar e se refletir no Canal de Dublin, de repente minha imagem fosca, tosca e obscura até se reflita também nas águas de voce canal. Não sei se existe a lenda, se não existe, estou inventando agora: Quem, qualquer quem do Mundo, que conseguir um dia ao menos ter sua imagem refletida pelo canal de Dublin, será feliz pra sempre, e imortal, nem que seja imortal por não ter onde cair morto, como Plinio Marcos, e eu!

NÃO PERMITA DEUSA QUE EU MORRA OU QUE MORRAM EU SEM QUE VOLTE PARA DUBLIN!
21 de Dezembro de 2017 ·

FAVELA FORUM SOCIAL MUNDIAL:Dá pre unificar a diversidade e adversidades das lutas faveladas pro fórum mundial em Salvador ou vamos mais uma vez sermos rebocados pelo asfalto?
21 de Dezembro de 2017 ·

DO CHICOTE DE CINCO METROS, DO PAU PETROPOLIS AO CAVEIRÃO...

Varias maneiras que proteger os pilas do negro perigoso.
Durante a escravidão, a guarda nacional, a pm nascente e os capitães do mato usavam chicotes comuns,com pouco mais de um metro, de chicotear montaria pra chicotear os escravos. Como ficavam muito próximos acabavam muitas vezes perdendo o chicote e entrando na porrada. Dai inventaram chicote de cinco metros. Já o pau-petropolis foi trazido por marinheiros portugueses no meiado o séc,19. Era um cajado de cerca de 1.60 m, mais ou menos da grossura de um cabo enchada. teve o nome de Petrópolis, porque por aqui passou a ser fabricado naquela cidade. Todo homem que vivia mais na rua, escravo ou não civil ou policia tinha um. Manduca da Praia, famoso capoeira e mercenário politico era um exímio praticante. A milícias usavam muito contra rebelião de escravos e na repressão a tumultos. Há uma gravura do Debret com um negro no chão imobilizado por um pau-Petrópolis sendo surrado por um capataz.

De lá pra cá a tecnologia de defesa/ataque da policia contra as comunidades perigosas e contras as pessoas tidas como mais perigosas dessas comunidades foi se aprimorando até chegar ao caveirão. a gente não pode esquecer que a a justificativa do estado para usar o caveirão, apenas em ocasiões especiais, era de proteger os pilas. Agora tá evoluindo pra um veiculo militar parecido com tanque,mas pequeno e com mais mobilidade e letalidade que o caveirão já que pode carregar uma Ponto 50, lança chamas, lança granada, lança bombas de gás lacrimogênio, sem falar dos caveirões voadores e drones não tripulados desses que ficou hoje a madrugada toda há uns 300 metros de altura pairando sobre acari e morro da pedreira.

CAVEIRÃO,NÃO! DRONE MILITAR,NÃO! URUTZINHO TAMBÉM NÃO!
21 de Dezembro de 2017 ·

TODO MIGRANTE AFRICANO OU AFRODESCEDENTE TEM DIREITO A QUALQUER LUGAR DO MUNDO...

Há poucos lugares do mundo onde não há riqueza simbólica ou material que não seja produto do trabalho escravo ou pós escravo acumulada através dos séculos.

Se nossos antepassados africanos produziram riquezas nas minas e nos campos e nas cidades que foram levadas para Europa, ou concentradas nas mãos da elite burguesa escravocrata durante séculos de escravidão, nós seus afrodescendentes na diáspora e na África hoje continuamos produzindo na pós-escravidão mais e mais riquezas que continuam sendo drenadas para a mesma europa, pros eua, ou continuam sendo acumuladas nas mãos do eurodescendentes, ex-senhores agora patrões.

Portanto, todo africano ou afrodescendente quando migra pra qualquer lugar do mundo em busca de uma vida melhor esta simplesmente indo pra um dos lugares onde as melhores condições de vida existem porque foram geradas por seu próprio trabalho no presente ou por seu afroantepassado e levada pra lá.

Por isso, todo migrante africano ou afrodescendente tem direito a qualquer lugar do mundo onde há riqueza simbólica ou material fruto e produto do trabalho continuado por séculos por nós.
Como há poucos lugares do mundo onde não há riqueza simbólica ou material que não seja produto do trabalho simbólico ou material do africano ou afrodescente ele tem direito a qualquer lugar do mundo.
20 de Dezembro de 2017 ·

SABE O QUE INCOMODA ESSE POVO NO CLIP DA ANITA?

Nossa mente macha tá acostumada a ver as mulheres negras como coadjuvantes em clipes dos Catras e F50 da vida, como objeto sexual, passavas... Nossa mente macha tá acostumada a ver em clipes Madona cercada de negões. Não estamos acostumados a ver clipes com mulheres negras poderosas protagonizando clipes como o de Anita com homens negros bonitos fazendo o papel secundário que as mulheres costumam fazer no clipes deles. Acostumados ou não, nos acostumemos ou não, véio, a vida não imita a arte, no caso do clipe de Anita é a arte que tá,não imitando, mas já reproduzindo a vida dessas meninas estão a viver, quem em em nossos piores pesadelos machistas, pesadelamos viver um dia.
20 de Dezembro de 2017 ·

MAIS UM FILMÃO DO WILL SMITH? AI ME DEUS!

Como ator ele é um excelente repper! Mas acho que ele, morgan freeman, denzel, Samuel deviam dar um tempo. Desculpem o trocadalho do carilho racista mas us negão tão virando arroz de festa, pra ser policamente correto: feijão de festa!
20 de Dezembro de 2017 ·

CES CRÊ MESMO QUE A MULHER DO BEIRA-MAR VAI FAZER DELAÇÃO PREMIADA? E DEVOLVER 370 E POCOS REAL?

Ela tá pensando que é Adriana Ansselmo, Rosinha Garotinho? Ser mulher de bandido de colarinho branco, até de dá pra crer, no máximo dá divorcio e separação de bens roubabados do povo. Mas mulher de bandido favelado? Pode dar num micro ondas de pneu, pode não? Quem e o que ela vai delatar pra pegar pouca cadeia? O cara? os amigos do cara? os inimigos do cara? os centenas de pilas e de politicos que ele subornou?

Jesus, maria josé e mais o burrinho do presépio: essa muié tá doida? E vai mesmo vender 13 casas, mais umas propriedades e devolver o dinheiro a justiça? Tenho entabulado parceria com uma ong italiana que luta pra que o dinheiro resgatado pela justiça, do crime organizado, seja, empregado em projetos sociais,acho que no caso da máfia, de outras organizações do crime organizado. inclusive, de quadrilhas organizadas dentro do estado como a de ´sergio cabral e eduardo cunha, faz sentido e é possivel, desde que a justiça decida.

Acho até que vale fazer uma campanha exigir que o dinheiro resgatado pelo MFP das quadrilhas e Eike Batista, Garotinho, Sérgio Cabral, voltem de alguma forma para o povo, e não para os cofres do estado, corrupto e ladrão. Dinheiro e bens materiais de traficantes favelados podem até serem resgatados e empregados em algumas coisas no asfalto. Mas algum favelado medianamente inteligente e com amor a própria pele, aceitaria receber os bens ou o dinheiro ou participar de algum projeto social patrocinado por essa fonte? Sem noção,né?

Essa história da delação premiada da mulher do beira-mar... sei não.. há! também não entendo nada de Comando Vermelho! Só sei que: (T)odo (C)erto (P)revalesce!
20 de Dezembro de 2017 ·

AGENDA DE DIREITOS HUMANOS 2018 PReCISA COMEÇAR COM 15 DE JANEIRO?

um agenda de lutas de direitos humanos que seja coerente em 2018 precisa e deveria começar em 15 de Janeiro. Há 25 anos, neste dia, Em 1993, D. Edméia, uma das Mães de Acari foi assassinada quando fazia investigações por conta própria sobre o desaparecimento forçado de seu filho e mais 11 jovens de Acari. Ao que se sabe, Edméia estava bem perto de solucionar o caso que ficou conhecido internacionalmente, comoveu meio mundo e fez essas mães negras pobre e faveladas comhecidas internacionalmente como MÃES DE ACARI.

Seus filhos e filhas, nunca foram encontrados, nem vivos, nem seus cadáveres. Contando com Edméia, quatro das mães de acari, já faleceram.

Desapareceram com seus filhos das suas vidas, mas eles nunca desapareceram de suas mentes e de seu corações.
Ao longo do tempo, por suas lutas, por suas coragem e pela imensa generosidade, ternura e dedicação que passaram a ter na luta pelos direitos humanos, as Mães de Acari passaram a estar nas mentes e nos corações de todas e todos nós. Varias das mães de acari, felizmente estão vivas entre nós, infelizmente, algumas vezes esquecemos delas, não dando a devida importância a verdade que elas estão entre as mulheres que a humanidade devem muito ao direito de merecer de ser ainda chamada de humanidade, e não desumanidade.

Lembrar das Mães de Acari, tantos das vivas, quanto das que já não estão entre nós, como D. Edméia, Marilenne, Vera e D. Laudiceia, não é só um dever de gratidão e afeto, mas um ato revolucionario negro-feminista e libertador do povo preto e pobre do mundo!
19 de Dezembro de 2017 ·

QU'Í "coisssaaa! O CLIP DA ANITA,NÉ?

Aí? Lá o yutube tem um montão de clip da Leidi Gaga, da Madona! Mas baixa o vídeo no seu celular e devolve o meu qu'i eu vou dar mais um play! Qu'í "coisaaaaa! o clip da Anita!
19 de Dezembro de 2017 ·

O CLIP DE ANITA NÃO É LÁ ESTAS COISAS, MAS DIANTE DO QUE ESPERAM DE UM CLIP NA FAVELA... É QUASE TUDO!

O clip da mina é bem feito enquanto clip. Pra fazer um clip assim, tão bem dirigido, tão bem produzido não ficaria, melhor se tivesse um manos dando tiro pro alto, correndo com fuzil na mão? mães e minas chorando sobre os corpos de meninos estraçalhados por 762 com os miolos empapando o chão?

Tipo assim um treiler de Cidade de Deus, Tropa de Elite?
Quem dos asfalto, da favelologia? qué sabe de juventude favelada feliz dançando cantando mostrando seu corpos negros bonitos, seus pixains oxigenados, as minas gataças dançando cantando sorrindo maquiadas e não com olho roxo e tomar soco do namorado?

Pra tristeza das e dos favelologos de sempre só se vê moto boys, entregadores de pizza, vendedores de água mineral no engarrafamento da av. brasil, minas balconistas do saara, manicures e balconistas de pizzaria da favela, negadinha jovem e bonita alegre e feliz que ao asfalto só se torna visivel quando aparece algemado ou morta e estuprada no "balanço geral" o na primeira pagina do jornal meia hora.

Tão se escaldando com a celulite da bunda da Anita? oque vocês sabem mas marcas e das cscatrises que a vida dura na favela deixa na alma e no coração de minas pretas que ela representa a se identificam com ela?

O clip de Anita não é lá essas coisas, mas diante do que se espera de um clipe na favela... é quase tudo. Acima de tudo é um clip feito com a qualidade, o cuidado na produção na direção e na pós-produção que uma artista do funk merece.
19 de Dezembro de 2017 ·

MISCIGENAÇÃO TAMBÉM E GENOCÍDIO!

Primeiro que tudo descobri que de tanto nunca dizer ou escrever miscigenação, não sabia escrever miscigenação.

Segundamente me vem uma pergunta mais que puramente existencial, uma pergunta real,dolorosamente real:
Se miscigenação também e genocídio o que sou eu, um misgenado? um morto andante? uma prova irrefutável de genocídio? um agente da morte do negro? Ah! esquece eu deley de acari, que sou pouco mais que nada, nessa história
todo!
Mas, faço uma lista de miscigenados muito mais importantes para o povo negro e para a humanidade. Esses são também agentes da morte negra?

Alexandre Daiane Dumas Luzi Gama, Malcon X, Carlos Marighela...

Fala tu, que ostentanram a faixa: MISCIGENAÇÃO TAMBÉM É GENOCIDIO, no 20 de novembro! muitos de vocês, também mascigenados?
19 de Dezembro de 2017 ·

MISIGENAÇÃO É GENOCÍDIO?
O QUE NÓS MISIGENADOS SOMOS ENTÃO?
18 de Dezembro de 2017 ·

#MULHER COMIGO É NA COÇA:
Se ela pedir pra coçar a cabeça eu coço.
Se ela pedir pra coçar a orelha eu coço.
Se ela pedir pra coçar sola so pé eu coço.
Se ela pedir pra coçar as costas eu coço.
Se ela pedir pra coçar alma eu coço.
Se ela pedir pra coçar o coração eu coço.

Mas, se ela pedir pra coçar o bolso, espero que
ela não me dê uma coça, que eu tô coçando
minha cabeça pra ver se cai piolho pra fazer farofa!
17 de Dezembro de 2017 ·

SIM, CAVEIRÃO, NÃO! MAS...
Mas sabendo que é uma campanha efêmera, passageira, passageira mesmo de ser passagem pra URUTU,NÃO! DRONE,NÃO!

Já que a policializaçao das forças armadas veio pra ficar e a militarização das policias também. e a presença das armadas na favelas estão se tornando mais frequentes e comuns nas favelas e um urutu tem mais mobilidade dentro da favela que os pesados caveirões. além do mais favelas a beira mar com lixão em caxias, rocinha, maré, pavão-pavãozinho Cantagalo podem ser acessadas por tropas em carros anfíbios.

tropas noturna podem chegar com comando especiais apoiadas por drones e caveirões voadores equipados com câmeras infravermelho podem entrar numa favela de madrugada, com um comando de 8 homens altamente treinados e prender ou matar um homem. sem que a maioria da favela perceba o que aconteceu.
17 de Dezembro de 2017 ·

13 anos que o caveirão entrou pela primeira vez em Acari. De lá pra cá o caveirão se naturizou na favela á ponto do seus ocupantes ter pedido varias vezes ajuda ao tráfico pra pagar reboque pra rebocar caveirão do 41º bpm avariado ou atolado no valão. A naturalização do caveirão na favela não diminuiu sua letalidade para o morador e até pro traficante.
a visibilidade de dentro do veiculo é precária e já varias vezes moradores foram baleados com itros partido de dentro dele com 15 policiais dentro o que dificulta a indetificção do atirador. Já teve casos em que o caveirão deu solavanco no quebra mola, e um fuzil disparou sem querer na canela da moradora. só restou ao atirador sair do caveirão e pedir desculpas a moradora. De qualquer forma o caveirão tem um papel simbólico aterrorizante mas de terror físico também. Ele é uma sala de detenção ambulante e é comum ele rodar 4, 5 horas com suspeitos dentro, sem que estes sejam levados para averiguação. Como toda sala de dentenção ele é também um câmara de tortura, e vez por outra de execução. Creio que a policia do Rio é a única no mundo que domina a técnica de matar usando uma garrafa de água mineral super gelada;um banho de uma garrafa de água provoca choque térmico num suspeito baleado com o corpo em alta temperatura por causa de corpos estranhos no corpo.
15 de Dezembro de 2017 ·

KATJA,PRA ALÉM DE KATJA.

Não é nenhuma surpresa a reação da camarada Katja diante das manifestações de apoio, solidariedade e indignação diante da sua prisão.
Ela minimizar sua detenção e maiorizar a prisão e condenação de Rafael... a gente só podia mesmo esperar esse gesto da camarada.

Mas para além do gesto dela e, a partir da detenção dela, é preciso que nós defensores de direitos humanos façamos uma reflexão ativa sobre a situação dos, mais correto dizer, das defensoras de defensoras de direitos humanos.
Defensoras de defensoras, sim porque, tanto defensoras de direitos humanos quanto defensoras de defensoras são na maioria mulheres como Katja.

Estive em Dublin, na Irlanda, há alguns meses, na Plataforma da Front Line Defenders, organização que defende os defensores de direitos humanos no mundo. De 106 defensores de direitos humanos a maioria eram de mulheres chamado mundo periférico. Não brancas.E a maioria de defensores de defensores, embora em menor numero, também eram mulheres. Brancas. Como Katja.

Virando o foco para nosso dia á dia verde amarelo, a gente ve que a maioria de defensoras de direitos humanos brasileiras são mulheres não brancas e a maioria das defensoras de defensoras, são mulheres, brancas como Katja.

Dai, contrapor sua "privilegiada" situação de mulher branca de classe média a situação desprivilegiada de negro pobre e favelado de Rafael Braga, a principio é correta mas nem tanto.

Qualquer defensor de direitos humanos favelado pode ser transformado num Rafael Braga, não num amanhã simbólico, mas num hoje real.
Mas como a maioria de defensoras de direitos humanos são mulheres, não brancas, das favelas e periferia, o mais correto seria, pelo menos pra mim, não contrapor, mas por lado a lado, defensoras de defensoras e defensoras. numa só linha de frente.

Óbvio que uma defensoras de direitos humanos preta pobre e favelada corre muito mais risco de ser criminalizada por militância que uma defensora de direitos humanos branca de classe média. Mas se essa defensora de direitos humanos branca de classe média, for não só uma companheira de luta, mas uma camarada de revolução radical como Katja, aí ela tem, mesmo que menos que uma companheira negra pobre e favelada, o dobro de probabilidades de ser criminalizada, como aconteceu com Katja.

Pra fechar essa primeira parte desse texto, fica a questão questada por mim ainda em Dublin; quem defende nossas defensoras?
Dentre as e os muitos compas e camaradas radicais, pretos e pretas favelados, e os as apenas pretos há, quem, e não são poucos que acham que nossos camaradas brancos e brancas tem mais é que se fuder que nem a gente, na defesa dos direitos humanos, já que a maioria ganha pra isso,ou se não ganha, faz da defesa de defensores um roby.

Como, obviamente não estou dentre estes, e até fraternalmente contra eles.... vou por umas langerie na corda, deixar o moden do notibuk esfriar e volto ao tema... da necessidade de saber como com que e quem vamos defender nossos defensores. Alias, nem bem comecei a fechar essa primeira parte do texto, explodem fogos pros lado de Acari. Tem policia na favela.

Que Yemanjá Ogunté, com seu espelho numa mão e a espada de guerreira na outra nos defende, se distinção de quem defende e quem defende a defensora, ou defensor como eu.
ODOYÁ!
14 de Dezembro de 2017 ·

NÃO RIO DO FLAMENGO, NÃO RIO DO, MEU VASCO, NÃO RIO DO FUTEBOL CARIOCA...

Covardia dos zé ricardos, zé ruaelas botar meninos que até dois anos atrás, mal tinham comida em casa, com o peso nas costas pra salvar um time que chupa- sangues cascudos não conseguiram salvar. Vinicius, Lincoln sdo flamengo, paulinho e paulo vitor do vasco, mathus alexandre, do fluminense tem mais é que meter o pé pra europa de deixar os times se fuderem.
14 de Dezembro de 2017 ·

QUE TEM PRETO MORRENDO A CADA 30 nem vermelhoMINUTOS, QUE TEM PRETA COM PROBABILIDADE DE MORRER DUAS VEZES MAIS QUE UMA BRANCA A FAVELA JÁ SABE...

E sabe também que de cada dez mãos que impunha a arma e aperta o gatilho pra matar pretas e pretos são mãos pretas a mando de brancos, ou de pretos com jeito de brancos.

Como fazer pra preto parar de matar preto e preta, dizer a ele que preto não pode matar preto, nem branco, nem amarelo, nem vermelho? se sou preto e os que querem me matar são pretos fardados pelos brancos na ilusão de que ser capitão do mato iguala ele aos brancos? Alías, nem bem isso porque a função do capitão do mato não era matar mas capturar o escravo vivo pra devolver pro eito. Quem matava era sempre o carrasco, com capuz... muitos deles, pretos. Só que os brancos tinham o cuidado de quando o condenado era branco, botava um carrasco branco pra executa-lo. pros carrascos pretos não se acostumassem e descobrissem que podam matar branco sem serem punidos.

Fannon, em Condenados da Terra, sita que os atiradores senegaleses,que serviam o exército francês na 2º guerra, exímios atiradores nos treinamentos, tremiam e erravam o alvo, quando tinham que atirar nos alemães,brancos obviamente.
14 de Dezembro de 2017 ·

ASSUNTANDO SOBRE O JOGO DO FLAMENGO E OS MENINOS DA BASE...

Me lembro de dois jogos do Vasco que o time tava perdendo e o treineiro quis botar um garoto já no final do jogo. Um não era tão garoto, Bebeto, se recusou a entrar aos 42 do segundo tempo. diz a lenda que o treineiro, carlos alberto silva, deu porrada nele, no vestiário.

Outro, foi o Geovane, este sim subido da base, aos 18 anos. o delegado de policia/treinador quis botar ele aos 43 do segundo tempo, com o time perdendo e ele se recusou. Antônio Lopes, o treineiro/puliça correu atrás dele pra bater mas ele correu pro vestiário.

Esse tal de zé ruela anda botando meninos de 17 como vinicius, Lincoln, com 16, na fogueira, no fim dos jogos com o time perdendo na esperança de que resolvam a partida que sua incopetencia e o suga sangue dos mais experientes não conseguem. foi covardia o que rueda fez com os dois moleques. ainda mais com o Lincoln. fui comovente ver a carinha do menino no fim do jogo olhando pra torcida sem entender direito o que estava acontecendo. conheci os dois num jogo vasco e flamengo no campo do bangu, são gente boa, pouco mais que uma criança, como são os meninos do vasco, que conheço mais.

Pra mim se fosse eles fariam o que estão fazendo mesmo. meter o pé pro exterior. Bargos, o menino, 18 anos do indepediente não quis nem saber: montou no primeiro cavalo com celas que passou e foi pro futebol americano. é vem de favela de Buenos aires, como os meninos daqui.

sábado, 10 de fevereiro de 2018

DEPOIS DE FUBLIN 5

Deley De Acari Vanderley Cunha você tem o direito de brincar nele com suas panelinhas de barro e sua bonequinha de pano e rodar pião e soltar pipa balangar na rede e chupar caju de baixo do pé. o quintal é como se fosse seu. conhece um poema da leila diniz/ "BRIGAM ESPANHA E HOLANDA PELOS DIREITOS DO MAR. ESPANHA E HOLANDA BRIGAM PELO DIREITOS DO MAR PORQUE NÃO SABEM QUE O MAR NÃO DOS QUE BRIGAM POR ELE MAS SIM DOS QUE O SABEM AMAR. Você, Rafael e outras pessoas que botei na postagem conquistaram meu coração pelo atos de amor por mim,
1
Gerir
Gosto
· Responder · 5 sem
2017
31 de Dezembro de 2017 ·

QUE MALANDRA É VOCE,COMPANHEIRA?

Que malandra e você, companheira mulher preta, da favela, da baixada de perifa que outro dia se recusou a ser vadia da marcha das vadias das mulheres brancas do asfalto?

UVocê que recusou ser vadia de esquerda aceita ser malandra como anita "da favela". qual a diferença de uma lage do Vidigal pra o asfalto da rio branco?

Que malandra você é,companheira?
Malandra versão femea do malandro macho do bezerra da silva?
Malandra versão femea do novo malandro do chico Buarque eu trabalha e choacoalha não no tem da central mas no brt campo grande alvorado, no metro Pavuna parque oceânico?

que malandra é você,companheira?
malandra mãe avó que ralou muito fazendo diária lavando banheiro limpando bunda de filho de branco pra filha neta anita hoje fazer festa na lage com as amigas e amigos mostrando a celulite na boa?

Que malandra é você, companheira?
a malandra da lage e da celiute ou a malandra que sai de manhã de baixo de bala de frente pro caveirão ralar dia inteiro depois ir pra faculdade e voltar pra favela bem tarde da noite e ainda por janta pro compas e tirar a calcinha da pía do banheiro que filha deixou?

Que malandra é você, companheira, que tem que ser negra favelada estudante mãe companheira mãe do companheiro objeto de assédio do compas de luta?

Que malandra é você companheira?
que me quer companheiro, amante, amigo,irmão, sem precisar que eu seja malndro?
30 de Dezembro de 2017 ·

PAMELA PASSOS&MC BETINHO DA FORÇA DO REP.
Ainda não apareceu na minha linha de tempo mas, hoje também é aniversário de Pamela Passos,e se fosse vivo, MC Betinho da Força do Rep.. Betinho foi morto jovem,21 anos por pms,em 2001 em Acari, e era um dos mais brilhantes letristas e compositores da música negra brasileira e não só do funk.
Pamela é uma mulher negra militante e uma das mais brilhantes e talentosas intelectuais negras brasileiras hoje.

Tudo que posso dar Betinho, hoje é minha saudade, e talvez consiga, se o coração aguentar escrever um poema pra ele.
Já Pamela, há 10 anos trás escrevi um poema e presente pra ela, na época acho até que ela gostou, agora, passados 10 anos, gostaria de escrever outro, mas como depois, ela renegou o primeiro, não me arrisco e escrever outro hoje, mas digo que continuo admirando, sendo fã dela, e amando-a muitão! Que sua vida seja longa e feliz, que assim serão longas e felizes nossas vidas, que temos honra e orgulho de viver no mesmo tempo e no mesmo mundo que ela.

ACHÉ, AMO LIVRE E LUTA!
30 de Dezembro de 2017 ·

TEMER&PEZÃO,2018: MAIS URUTU E CAVEIRÃO, MENOS ESCOLA.

Ontem deu no jornal que o governo federal gastou 48 milhões pra por as forças armadas no Rio, pra invadir favelas por 15 vezes. Agora estou vendo aqui na pagina 12 do Globo: VERBA FEDERAL PARA ESCOLAS DO RIO É CRITICADA. e tem uma fotinha do Pezão com o Maia Jr. assinando o o documento que libera 27,6 milhões, pro ano todo de 2018 para 785 escolas, 440 estaduais e 340 municipais. Só que o Estado tem 1200 escolas estaduais e a cidade 1700.

Como dizemos no funk, pra quem sabe ler um pingo, mc pingo é funk. a politica publica de governos, federal, estaduais e municipal é essa mesma: Mais urutu e caveirão e menos escola.
30 de Dezembro de 2017 ·

FORÇAS NACIONAIS EM ACARI, URGENTE! PELOS PODERES DE JULGMANN:

Neste momento a favela de Acari corre o risco de ser invadida por terríveis inimigos e precisamos urgente das forças nacionais, estadual e municipal pra nos socorrer.
Neste momento centenas de milhões micro inimigos ameçam invandir a favela ocultoos nas águas e uma enchente e nos matar de dengue, febre amarela, tifo hepatite diarreia, destruir nosso moveis, geladeiras, tvs, compras de natal e anos, nos expulsas de nossas casas, e subergilas em água podre merda.
Tá chovendo pra carai e precisamos urgente das Forças Nacionais:
Da Marinha: barcos anfíbios pra resgatar moradores, barracas de campanha pra acolher desabrigados..
Do Exército: braços pra ajudar carregar moveis, colchões e doentes que não podem andar.
Ah: aqueles gêneros alimentícios que o general chefe da logística comprou e tá entocado naquel galpão secreto a gente aceita porque vai precisar de muita esta básica.

Da aeronáutica. uns dois helicipeteros, não sei escrever essa porra, pra transportar morador das áreas alagadas pra lugar seguro.

Pelos poderes de JULGMANN, O MINISTRO!
29 de Dezembro de 2017 ·

ABRICÓ DEPOIS DE MUITO TEMPO...

Estou cavando tempo pra ir a abricó, única praias naturista de cidade. Além do tempo preciso de um óculos escuro de qualidade que filtre os raios de sol de verdade pra não afetar minha vista já prejudicada. Outra coisa é arrumar companhia que além gostar de praia naturista com alegria, companheirismo e respeito, tenha disposição pra caminhar sobe morro desce morro sobe morro a pé do pontal até grumari. Aquescendo as turbinas e aguardando tempo bom. que vai?
29 de Dezembro de 2017 ·

TUDO DE BOM CHEGAR O NIVER DE UMA AMIGA BOLADO E TRISTE E SAIR E SAIR CALMO E FELIZ E ABENÇOADO PELO ATO SUBLIME DE DUAS MULHERES NAMORANDO.

Só consegui sair da favela depois de sete da noite, depois que acabou a operação do 41ª e de uma varredura pra ver se não havia tróia. Sai de casa bolado e triste por não ter mais a liberdade de sair de casa e voltar a hora que quiser. Sai de casa a hora que Eles deixaram, cheguei no aniversário da amiga, comecei a relaxar quando constatei que o tema do niver era o niver mesmo, e não a violência, temer ou a bunda da anita. bebi pouco e comi muito. como diz o ditado, peru morre de véspera e morre porque ficou bêbado. Fiquei feliz pela bela festa que a amiga merece por ser uma benção das yabas e nossas vidas.

Infelizmente tive que ir embora sedo pra destino certo e sabido por poucos, antes da meia-noite, antes eu minha carruagem de cristal virasse abobora e explodisse comigo dentro.
Fui pra onde tinha que ir calmo feliz e me sentido abençoado por presenciar o ato lindo delicado e sublime de duas mulheres, uma dela amiga querida, namorando e se beijando da forma mais terna e cândida.

Pra quem durante o dia viveu o terror e a angustia de uma operação policial que poderia custar a vida, com todo o machismo hiper-heteromasculinismo encerra, ter guardada no coração e na mente a imagem do ato de duas criaturas humanas, do mesmo sexo, lindas miitantes e guerreiras, é tudo de bom e tudo que eu preciso, pra continuar na luta, e inspirado no sublimidade delas dizee pra mim, mesmo e quem me lê: Bolsonaro, Feliciano: não passarão! Viva a Revolução, afroanrcofeminista.

Grato meninas, por me mostrarem que a revolução pelo amor livre e não patriarcalmente possessivo e dominante é possível e virá. virá a partir de pequenos feitos feitos no dia a dia, como o namoro entre duas guerreiras amorosas e guerreiras

Que Oxum lhes abençoe sempre, que vocês duas, mesmo sem saber, simplesmente sendo sublimes e verdadeiras, me abençoaram com tanta singeleza.
ACHÉ, AMOR LIVRE E LUTA!
28 de Dezembro de 2017 ·

41º NA FAVELA, MINHA IRMÃ NA RUA, QUE HORAS ELA VOLTA? VOLTA?

Feijão e frango no fogo. Minha irmã, 65 anos, dificuldade de andar, sai pra rua. Pergunto se vai voltar pra almoçar. Bolada com alguma coisa, ela tá sempre bolada,responde um seco não sei sai e bate a porta. Aumento o volume do som pra ouvir o suave o rascante e angustiado trumpete de um Davis já aidético e ranzinza. Ouço foguetes e tiros na direção da casa onde mora a irmã de igreja onde minha irmã costuma ir.

Minha reação insitintiva é sair a procura dela. Vou a janela, passa um menino de radinho apressado, olha pra mim e faz 4 depois um com os dedos. Entendo que é o 41º. Em seguida faz sinal de cortar pescoço e aponta pra mim, depois faz sinal pra eu meter o pé. Faz sinal que tem alguém rondando em torno da favela.
Não demoro entender que é o bonde dos caras que querem meu pescoço, mas não só o meu., minha apreensão aumenta porque vejo que duas compas ameaçadas estão on line e não sei se estão na favela ou fora dela. já são 12h54 minha irmã não almoça a essa hora, mesmo se voltasse agora já apaguei o fogo do feijão e do frango. também perdi a fome. Melhor pro povo que vai no niver da glaucia menos um pra comer e beber já´que perdi a sede também.

Dá pra sair de casa, mas como sair sem saber da minha irmã e das compas que estão on line e não sei se estão em casa correndo risco?
Como sair se no entorno da favela rondando há uma hiena, num pálio prata escuro placa KZO 5330, clonada/ tembém que meu fígado pra paté? forro a toalha no chão deito e fico ouvindo os sons da rua, passa um veiculo pesado mas não é o caveirão.. só um caminhão de bebidas. dou uma ultima olhada em quem tá on line, duas compas da anistia estão, mas pelo jeito estão na praia ou curtindo o recesso com as famílias. Melhor não incomodar.

Desligo o celular e o computador,,,
Vou tentar dormir na esperança que a dor de miles davis vire canção de ninar eu eu durma até os pilas irem embora e eu puder ir pro niver da glaucia. Sorria, povo. estou sem fome e sem sede. vai sobrar mais pra vocês.

Por agora só quero saber que horas minha irmã volta... se volta!
28 de Dezembro de 2017 ·

ESTOU ACEITANDO FELIZ ANO NOVO ANTECIPADO...

Só que tal qual Zózimo Bulbul me guio pelo calendário lunar:
,Meu primeiro dia de ano novo começa dia 24 de janeiro, com a lua crescente. Feliz Ano novo.
27 de Dezembro de 2017 ·

SABE PORQUE FALEI POUCO DA BUNDA DA ANITA?

Porque só sei falar do que conheço profundamente, sem queres ser machista, mas sendo.

Na indústria cultural multinacional do descartável bunda da anita é tão passageira quanto internacional.

Nesta indústria cultural do descartável todo corpo é mercadoria todo clip é markentig pra vender o corpo negro
seja a bunda da anita, seja o cabelo novo do neymar, seja o topete engomado do mulato Cristiano Ronaldo.
Nada no clipe da Anita é supérfluo, é a mais, nenhuma celulite, nenhum tórax bem delineado de um do meninos, nem um gota de suor corre de um daqueles corpos negros
sem que o montador do clip foque, sem que passe batido pela edição final nem pelo dono da gravadora, do empresário de anita.

Se a megaprodução da anita quisesse que sua voz aparece mais que seu corpo, contrataria spike lee pra dirigir o clip e não o megadiretor de clip funk sex.

já vi clips de Madona, Beonce, laide gaga, xakira, essas donas cantam muito e seus corpos belos apenas ilustram a beleza de seus cantos, nunca fiquei mais que um segundo olhando a belas pernas e tina turner antes de ficar duas horas de olhos fechados ouvido sua voz poderosa e cortante.

Gostei o clip da anita porque ele é bem feito, uma peça de markenting internacional feito pra o que exatamente esta conseguindo.
A lógica de mercado do corpo que pede um clip como o da anita, é a mesma que pede o corpo negro do Anderson silva sendo socado num octopo, é a mesma que pede corpos negros sendo dilacerados em clipes de longa duração como os filmes tropa de elite e cidade de deus...

Vai para roliudi ou não vai? vai para o oscar ou não vai, vai para o emmy, ou não vai

Quem os produtores da Elza Soares ou Olen Orelia contratariam pra fazer o clip delas? o mesmo diretor do clip da anita, spike lee, Clementino Jr, ou Luiz Antônio Pillar?

Ah!!! você não sabe que é clementino Jr, nem o Pillar?

Mas sabe quem é Spiike Lee?
Quem sabe um dia anita contrate ele pra mostrar que tem voz e também sabe cantar.

Ai eu vou falar bastante dela já que há coisas na vida que se pode conhecer profundamente sem que se precise ser machista ou sexista.
26 de Dezembro de 2017 ·

SUA BENÇÃO, MAÍNHA GLÁUCIA...

Toda vez que vejo Gláucia, principalmente quando ela está de brancp,, no dia do orixá dela, minha primeira reação, automática, e me prostrar ao pés dela, bater palmas três vezes, depois levantar ganhar um abraço de yalorixá, beijar suas mãos, pedir sua benção, e só depois zoar com a cara dela, como gosto de fazer.

Gláucia tem idade pra ser minha filha, mas nossa religião, é a única que dá a uma pessoa, trinta anos mais nova que a outra, seja respeitada e obedecida como se fosse mais velha.

Uma pessoa com cinco anos de santo, e com pouca idade biológica é efetivamente mais velha que uma pessoa de muita idade mas com menos anos de santo.

Esse mais saber acaba prevalecendo no dia a dia, tão forte é a cosmovisão afrosagrada do mundo, influencia a vida comum e em comum.

Como Glaucia tem bons anos de santo, e eu não tenho nenhum, sua sabedoria é grande e a minha é nenhuma, por isso, neste dia tão importante pra nós que partilhamos a vida aqui no aye, com ela, eu em particular só me resta, tomar sua benção humildemente e pedir aos orixás que a abençõe e proteja e lhe de longa vida feliz que assim longa feliz e abençoada continuará a ser nossas vidas que convivem com ela, já que ela é uma benção do orun pra nós.

Sua benção maínha Gláucia! obrigado por ser você em nós, neste e em todos os dias!
Gosto
Comentar
Partilhar
1 partilha26 de Dezembro de 2017 ·

TERRORISMO DE ESTADO EM FORMA DE CHUVA...

No tempo em que o estado esbanjava dinheiro pra gastar 8 mil reais pra levantar o caveirão voador do chão eu olhava da minha janela do 4 andar e já sabia que ia ter tragédia.

O terror de estado que o caveirão voador causa no povo da favela só tem igual ao terror que trombas d'água causam, meia hora de chuva torrencial pode ser suficiente pra fazer transbordar o Rio Acari e fazer a enchente subir a até 3 metros de altura.

Numa dessas vezes, os danos só não foram maiores porque o então chefe do tráfico formou uma força tarefa e ajudou os moradores a levar seus pertences para locais mais altos.

Quatro horas depois, com a enchente baixada, montes de camas, colchões. eletrodomésticos danificados perdidos o BOPE invade a favela, pisando na lama, tropeçando no lixo, caveirão voador voando baixo prolongando o terror que veio do alto como o pé dagua que veio do alto no dia anterior.
,
Questionei um sargento que se protegia fazendo de um armário cambeta sua trincheira. poxa chefe, vocês podiam ter vindo ontem na hora de chuva. Ele olhou pra minha camisa da primeira campanha contra caveirão,o senhor ´não é defensor de bandido ? porque não pediu a eles? Não precisei pedir, eles ajudaram. Que bom. o bope é policia não é mãe tereza de calcuta...
Por isso que a favela fecha com trafico, respondi com raiva sem pensar.
Sabe que posso prender o senhor e te associar o trafico?
Sei! respondi.
Nisso o caveirão passa, um dos snipers pendurado aponta pra um lado, em seguida descarrega sue fuzil, o sargento caveira corre pro mesmo lado com outros soldados..
olhei pro caveirão voador e olhei pro lado da zona oeste, um vale entre o maciço da pedra branca e a serra do mendanha. Muitas vezes quando olho pra lá da minha janela do 4 andar do amarelinho e vejo que o pedra branca e mendanha sumiram nas nuvens de chuva mesmo quando em acari, não esta chovendo, sei que o terror de estado em forma de chuva ameaça a favela porque o rio acari, nasce na serra do viegas, no maciço da pedra branca, em realengo. e quando chove na sua nascente rio enche., os estados prefeitura e estado estado sabem disso, mas preferem mandar a policia e seus caveiirões pra aterrorizar os moradores e ao em vez de engenheiros civis, maquinas, tratores, pás mecânicas.
24 de Dezembro de 2017 ·

TRÊS HISTÓRIAS, MAS NÃO A MESMA DOR,DONA VERA.3

Antes de falar do pequenino Arthur baleado por bandidos quando atiravam em pms. Uma pergunta, nem um pouco iironica, uma pergunte de ignorante mesmo. Os pms negros mortos por morte violenta,seja por quem for, estão incluídos dentre os "negros que são mortos a cada 23 minutos." no pais?UAI! Não são negros? Outra pergunta nada irônica, burra mesmo, sinceramente burra? que mais mata preto? preto ou branco? se a maioria dos pretos mortos são mortos por pms, se a maioria dos pms, do sudeste pra sima são pretos é absurdo dizer que a maioria dos pretos estão sendo mortos por pretos. Estou racializando? pode não ser importante pros brancos, mas sou preto, e pra mim é importante.
24 de Dezembro de 2017 ·

TITÍO MARIO.NOSSO PAPAI NOEL INESQUECÍVEL.

Mario Vianna, com dois enes, era um policial aposentando, ex-juiz de futebol e comentarista de arbitragem da radio globo. Gostava de se vestir de papai noel e distribuir brinquedos pra garota da Urca, onde morava. Lá tava ele distribuindo presentes pela rua dezenas de crianças trás dele.
De um bar um gaiato grita. Papai noel viado.
Mario, enfurecido parte pra dentro do bar, a garotada atrás, e mete porrada no abusado. E a garotada na torcida; isso ai papai noel, mete a porrada nele, dá-lhe papai noel, quebra ele papai noel. Abusado nocauteado mario/papai noel pega o saco e sai límpido e fagueiro pelas ruas cumprindo sua sagrada missão de distribuir presentes simbolizando paz e amor como manda o espirito natalino.
24 de Dezembro de 2017 ·

TRÊS HISTÓRIAS, MAS NÃO A MESMA DOR,DONA VERA.2

No caso do pm morto em assalto.
Os números da própria policia mostram que 9 entre cada 10 policiais mortos, morrem em tentativa de assalto, a maioria não concluídos em que a vitima leva muitos tiros, muitas vezes, dezenas de tiros. Uma das justificativas pra tantos tiros seria o fato de normalmente ele estar portando uma arma o que acirarria a ira dos assaltantes.

A quem questione tantas tentativas de assalto e pouca conclusão. Há quem afirme, e não são poucas as afirmações, é que na verdade, não seriam tentativas de assalto, mas sim acerto de contas, entre os pms mesmos.

Seja lá o que for, há nas mortes de policiais, uma clara hierarquização do crime, e uma subliminar hierarquização da dor. Quem mata um policial, civil, ou militar tem sua pena agravada. Logo de inicio, ai há um hierarquização dentro do próprio quadro de servidores públicos: Não há agravamemento de pena para quem mata um professor ou um médico servidores públicos tanto quanto os agentes de segurança.
Deveria haver ai um isonomia, não é mesmo?

E pior, com relação a população civil, a hieriquirzação é maior ainda, já que não há agravamento de pena pra agentes públicos que matam civis no exercício de da profissão, nem no caso dos agentes de segurança como no caso de erros médicos.

Por consequência esta implícita aí que a dor da morte de um pm ou policia civil morto por um civil é maior que a dor de um civil morto por um pm ou policia civil.

Uma outra questão é importante: é comum ouvir-se expressões de dor resignada de mães de rapazes envolvidos no tráfico ou em assaltos quando são mortos em confronto ou em execuções sumárias mascaradas de auto de resistência. "ele estava envolvido mesmo, vou entregar nas mãos de Deus.

Quando o numero de mortes de policias chegaram a 100, o jornal Extra publicou as fotos do 100 mortos.
Dos 100, mais de 20 já havia servido num dos dois batalhões, 9º e 41º BPM todos eles foram reconhecidos por moradores como envolvidos em execuções sumarias, ferimento de civis por balas perdidas, coação e achamento de marginais.
Mortos viraram heróis. E a dor das famílias, das mães, mulheres,filhas foram estampadas nos jornais.

Quanto desses heróis, depois que mataram civis covardemente chegaram em casa e contaram mãe ou pra mulher que haviam executado um bandido ou um inocente?

Não é equivoco dizer que o policial que mata, seja por execução sumária ou por bala perdida, forja dois autos de resistência, um pra justiça outro pra sua família.
No caso de execução sumaria de bandidos comprovadamente bandidos, na maioria das vezes ele não precisa forjar o auto de resistência informal em casa já sua família, mãe, mulher, filhas e filhos comungam com ele e com a sociedade civil de que bandido bom é bandido morto. E u executor sumario estaria apenas pondo em pratica a pena de morte, extralegal mas existente na sociedade brasileira.
23 de Dezembro de 2017 ·

TRÊS HISTÓRIAS, MAS NÃO A MESMA DOR,DONA VERA.

A dor de uma mãe que teve a filha morta por pms não é a mesma dor da mãe que teve o filho baleado e morto ainda no útero, numa troca de tiros com bandidos... não é a mesma dor da mãe de um filho de um pm morto por bandidos, como que nos fazer crer o jornal o globo e a repórter Vera Aaraujo, numa matéria assinada por ela, no globo de hoje.

As dores são diferentes, por as mortes terem tido causas diferentes e matadores diferentes.
Por ser militante de direitos humanos favelados vão achar que estou hierarquizando as dores, tentando dizer que a dor de uma mãe que tem o filha morta por pms é mais importante...
Eu ainda não comecei a dizer nada, nem hierarquizar... estou fazendo esta postagem pra mostrar como a iniciativa de hierarquizar as dores, é da própria repórter e do jornal. É indisfarçável que a dor da mãe do filho de um pm é mais importante. Equivoco meu? Não! Como se diz no mundo das imagens, uma imagem vale por mil palavras. Como assim?
Assim: a foto de capa, é da mulher do pm com o bebe recém-nascido, e a legenda do lado:"ainda há vida depoiE entãoao a gente vai prra pagina 10 onde tá a matboraem embora o box de cada caso sejam do mesmo tamanho a foto da mulher do pm morto dndo paapinha pro bebe é 4 vezes maior queas fotos da mãe da menina morta por um pm e a foto da mãe qe teve o bebe baleado no útero.

A sra Vera Araújo, como a sra Carla Rocha são desses repórteres especiais que tem suas estantes cheias de troféus ganhos como prêmios de jornalismo-vampiro que ganha premio com o sangue e a desgraça do pobre preto favelado. Viva a elas. Talvez ganhe uma medalha de honra ao mérito do comando maior da pm por mostrar que a vida de um pm vale mais que a vida de uma menina ou um bebe intrauteino favelados.
do um breik e aqui e volto ao assunto.hoje ainda.
22 de Dezembro de 2017 ·

UMA DIVINDADE PRA ABENÇOAR SEU DIA?

Seja qual for sua religião, seja você uma pessoa negra ou branca, que ter um dia abençoado?

Vá no yutube e veja o clip GAMBIA e Sona Jubartet. Seis minutos de divindade viificada numa das mulheres mais poderosas espiritualmente do mundo.

O cantar, o compor, o tocar Kora, de forma encantatória e sublime fazem de Sona uma voz de uma divindade feminina ela própria uma criatura divina.

Um divindade pra abençoar seu dia? Sona Jubartet todo dia, antes começar seu dia!
22 de Dezembro de 2017 ·

FSM/SALVADOR/2018,DAS MÃES DE ACARI AS MÃES DO MUNDO:

No Fórum Social 2005 em Porto Alegre uma delegação de mais de 40 mulheres negras e de periferia coadjuvadas por militantes da Rede de Comunidades e Movimentos Contra a Violência tiveram uma participação protagonista e surpreendente. A nossa participação girou em torno da exibição do filme "entre muros e favelas.' seguidas de rodas de conversa. Mães de Acari, Mães do Caju, Mães do Rio foram grupos de mães de vitima de violência que tiveram participação protagonista, emocionada, chocante e politizada. que teve ponto alto o encontro histórico das Mães de Acari com uma das Mães de Maio, da Argentina.

Em 2005. As cidades do Rio de Janeiro, Vitória e São Paulo lideravam as estatísticas de mortalidade de jovens negros e por morte violenta.

Do Nordeste somente Salvador figurava entre as cinco cidades mais violentas do Pais.
Passados 13 anos cidades nordestinas que sequer apareciam nos mapas de violência hoje lideram essa trágica estatísticas. Fortaleza, Aracaju, Natal, Maceió, Salvador...

Embora o Rio e São Paulo apareçam "apenas" lá pela oitavas, nonas colocações nesse jogo de violência estatal e paraestatal, são nossas cidades que ainda que tem maior projeção na mídia, e na sociedade. E a lutadoras e lutadores contra o genocídio também são mais conhecidas.

Mas não é preciso ser muito participante no mundo dos direitos humanos pra saber que onde há opressão, injustiça, genocídio do povo, há indignação, resistência, menos e mais politizada, mais e menos radical mas sempre resistência.

Seria muito bom se as favelas do rio, com nossas mães de Manguinhos, mães de acari, mas do alemão, mas das favelas da zona sul, da periferia e da baixada pudessem reeditar em Salvador, a participação de porto alegre há 13 anos atrás e somar luta com as mães nordestinas, com a participação igualmente coadjuvante mas importante da juventude negra e pobre e militante favelada e da periferia.
Gosto
Comentar
Partilhar